Notícias Placares ao vivo
Brasil

E se... a Seleção Brasileira tivesse ganhado a Copa do Mundo em 1950?

21:54 BRT 03/05/2018
Brasil Seleção Copa do Mundo 1950
Muita coisa seria diferente se o Brasil tivesse conquistado o título no Maracanã...

E se...?

Uma das perguntas mais feitas dentro do futebol, no imaginário de torcedores que especulam um futuro alternativo – muitas vezes em busca de um final feliz que não aconteceu.

No capítulo 1 deste novo quadro do canal Goleadores, a brincadeira é questionar o que teria acontecido se o Brasil tivesse conquistado a Copa do Mundo de 1950.

Mas antes mesmo de chegar ao jogo final, contra o Uruguai, seria preciso voltar para o segundo compromisso da equipe treinada por Flávio Costa naquele torneio: a partida contra a Suíça!

Por que? Pois foi exatamente o empate por 2 a 2, que frustrou torcedores paulistas no estádio do Pacaembu, que inspirou o treinador uruguaio, Juan López, a montar um esquema bastante defensivo, que teve sucesso na vitória por 2 a 1 sobre o Brasil... e que decretou o ‘Maracanazo’.

Naquele embate contra os suíços, Flávio Costa alterou um pouco a formação utilizada na estreia, contra o México. Saíram: Ely [Vasco], Danilo [Vasco], Bigode [Vasco] e Jair Rosa Pinto [Palmeiras]; Entraram: Noronha [jogador do São Paulo], Bauer [São Paulo], Ruy [São Paulo] e Alfredo [Vasco].


COMO IMPEDIR O MARACANAZO?


O goleiro Barbosa jamais teria sido 'perseguido' (Foto: Vasco da Gama/Divulgação)

É simples: se Flávio Costa tivesse mantido a mesma equipe e a Seleção  batido o ‘Ferrolho Suíço’, o Uruguai não entraria tão fechado no Maracanã, e com mais espaço aquele timaço que jogava de branco conquistaria, pela primeira vez, a Taça Jules Rimet para o Brasil.

O título em casa viria, e a camisa amarela jamais teria existido. Entretanto, o desenrolar de toda a história da nossa Seleção também teria sido diferente – embora com alguns toques de semelhança proporcionais à nossa linha temporal.


O QUE ACONTECEU DE VERDADE?


Mesmo jogando pelo empate para ser campeão, e com um estádio abarrotado por cerca de 200 mil pessoas, a Seleção sofreu para conter os contragolpes sofridos principalmente pelo lado esquerdo.

O 1-3-3-3 do Uruguai, inspirado no 'Ferrolho Suíço'
O 'WM com diagonal' de Flávio Costa na final

Friaça abriu a contagem para a Seleção, mas Schiaffino igualou e Ghiggia fez o gol do título uruguaio. O Brasil chorou e remoeu o resultado como maior tragédia esportiva até 2014... mas também levantou cinco mundiais neste caminho.

(Foto: Getty Images)

Você trocaria essa realidade por um Brasil sem Maracanazo?