Discurso de ano mágico atrapalha o Fla e faz temporada parecer pior do que realmente é

Comentários()
Gilvan de Souza / Flamengo
Promessa por grandes títulos nesta temporada iludiu o torcedor Rubro-Negro

O início do ano foi recheado de expectativas para o torcedor Rubro-Negro, expectativas essas alimentadas pela própria diretoria que vivia com o discurso de ano mágico. Com investimento alto e nomes badalados no elenco, a pressão se tornou ainda maior e o Flamengo não conseguiu confirmar dentro de campo tudo aquilo que se esperava dele.

Eliminação precoce na Libertadores mesmo com uma folha salarial milionária, distância da briga pelo título do Campeonato Brasileiro e, agora, a perda do título da Copa do Brasil. É verdade ainda resta a Copa Sul-Americana, mas de fato não apagará o decepcionante ano da equipe.

Everton Ribeiro Lucas Paqueta Geuvanio Flamengo Parana Primeira Liga 30082017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Além dos problemas dentro de campo, a apatia do elenco e o fraco poder de decisão irritaram a torcida bem como a postura do presidente Eduardo Bandeira de Mello que se viu em várias polêmicas com os torcedores. 

O próprio treinador Reinaldo Rueda criticou a inercia do time e a falta da mentalidade vencedora. Apesar da diretoria alimentar a esperança do torcedor com o discurso de "ano mágico", esqueceu de arrumar a casa para que isso deixasse de ser um sonho e se transformasse em realidade.

Eduardo Bandeira de Mello Rodrigo Caetano Flamengo 13012017
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Em primeiro lugar, usar um discurso como esse é extremamente perigoso, além de jogar uma grande responsabilidade, aumentar a pressão em um clube que já vive pressionado por natureza, induz ao torcedor acreditar que qualquer coisa diferente disso seja um verdadeiro fracasso.

Por isso, antes de pensar em fazer promessas impossíveis ao torcedor, a diretoria Rubro-Negra precisa fazer uma autocrítica, assumir os erros, analisar o que precisa melhorar e trabalhar para que os verdadeiros problemas sejam solucionados para, quem sabe, pensar em grandes conquistas.

Fechar