Dirigente italiano diz que Dybala vai deixar a Juventus em janeiro

Comentários()
Getty Images
Dono do Palermo, Maurizio Zamparini não escondeu a sua revolta com a falta de oportunidades do argentino na Juve

Antes de ser contratado pela Juventus, o argentino Paulo Dybala passou três excelentes temporadas vestindo a camisa do Palermo. Exatamente por isso, o dono do clube ‘rosanero’, Maurizio Zamparini, criou uma relação estreita com o meia-atacante e revelou toda a sua revolta ao ver o camisa 10 sem obter muitas oportunidades pela Juve na atual temporada.

Nas três rodadas disputadas pelo Campeonato Italiano, Dybala foi titular apenas uma vez. Foi o bastante para Zamparini voltar a aconselhar o argentino a sair do futebol italiano. E segundo dito pelo dirigente, o jogador tem ofertas de Espanha e Inglaterra.

“Todas as vezes que ele fica de fora, eu tenho vontade de chorar”, afirmou o dirigente para a RMC Sport. “Ele está no banco por causa de Allegri. Allegri deveria vir para o Palermo e conquistar o Scudetto”.

“Há dois anos, eu enviei uma mensagem para o Dybala e disse para ele ir para a Espanha, não Itália (...) Ele vai sair, porque a Juventus quer € 120 milhões. Acho que ele vai sair para a Espanha. Ele tem ofertas da Espanha e Inglaterra”.

Maurizio Zamparini Paulo DybalaZamparini e Dybala (Foto: Getty Images)

“A Juventus tem vários campeões, então é óbvio que é uma razão para chorar quando um fenômeno como ele não está jogando”, completou.

Dybala já foi especulado como reforço de Barcelona e Real Madrid, mas o Manchester United também aparece com chances. O clube inglês estaria estudando uma troca envolvendo o meio-campista Paul Pogba, que brilhou na Juve e gostaria de retornar a Turim.

Fechar