Diego Costa na seleção da Espanha; por que não no Brasil?

Comentários()
Getty/Goal composite
O jogador optou por defender as cores do país europeu ao invés dos Canarinhos

banner Copa 2018

Diego Costa nasceu em 07 de outubro de 1988, na cidade de Largarto, no Sergipe. Porém, o jogador não atua na seleção do país onde nasceu. A Goal te explica o porquê.

Na Copa do Mundo 2014, no Brasil, Costa precisou tomar uma decisão: jogar o Mundial com os brasileiros ou espanhóis. O jogador escolheu pela Espanha. Mas a iniciativa teve uma grande influência por parte de torcedores e amigos próximos.

Na ocasião, as atuações com o Atlético de Madrid renderam especulações de uma titularidade prometida por Vicente Del Bosque – técnico da Espanha na época – caso se naturalizasse espanhol. Sem saber se seria convocado para disputar a Copa com as cores da Seleção Brasileira, Costa preferiu não correr risco de não participar do Mundial.

GFX_Diego Costa

Mas para isso, foi necessário um comunicado oficial do jogador por meio de uma carta entregue à Fifa e à CBF, anunciando sua decisão de atuar com a, até então, campeão do mundo, Espanha.

Diego Costa Spain
(Foto: Getty Images)

Além disso, a Real Federação Espanhola de Futebol emitiu um documento no qual informou que Diego teria ido a um cartório, em Madri, para assinar um comprovante com sua intenção de jogar em outra seleção.

Em março de 2014, o atacante fez sua estreia com a equipe de Vicente Calderón. Justamente contra o Brasil. Mas o primeiro gol ocorreu somente dois anos depois, na Euro 2016.

A decisão não foi vista com bons olhos por parte da torcida brasileira. Entretanto, em entrevista ao canal ESPN, em 2015, Diego Costa demonstrou não se importar com a situação.

Diego Costa Spain 2018
(Foto: Getty Images)

"Eu não ligo. Tudo acontece nesta vida. E o que acontece no campo fica no campo. Eu sei que não foi minha culpa, mas algumas coisas me incomodaram. No começo, eu cumpri meu sonho de jogar pelo Brasil, porém depois surgiu a oportunidade de defender a Espanha. Eu morava lá há muito tempo e achei que não deveria deixar passar a oportunidade", afirma.

Na Rússia 2018, o atacante estreou da melhor maneira possível: marcou três gols em duas partidas. Somente Cristiano Ronaldo balançou as redes por mais vezes, foram quatro tentos, até agora.

O último jogo da Espanha na fase de grupos da Copa será em 25 de junho, contra o Marrocos, às 15h (Brasília). A partida é válida pelo Grupo B da competição.

Fechar