Destaque individual em goleada da Espanha, Asensio chuta individualismo para longe

Comentários()
Getty
Além do jogador do Real Madrid, outro que voltou a ter grande destaque foi Saúl Ñiguez, que realizou um sonho dentro de casa

Marco Asensio foi o grande nome da surpreendente goleada por 6 a 0 aplicada pela Espanha sobre a Croácia, nesta terça-feira (11), em jogo válido pela UEFA Nations League. O jogador do Real Madrid fez um gol e contribuiu com três assistências – algo que não acontecia em um jogo da seleção espanhola desde que Raúl fez 4 gols e deu passes para outros 3 em um triunfo por 9 a 0 dos espanhóis sobre a Áustria em 1999.

Logo após o triunfo sobre os vice-campeões, Asensio não escondeu a felicidade pela sua exibição mas, sobretudo, pela forma como a Espanha atuou: “A verdade é que fizemos um grande jogo. Encerramos uma concentração muito boa, precisávamos recuperar essas sensações que tínhamos. Fizemos dois grandes jogos, a torcida nos apoiou. Dá gosto de jogar aqui”, disse para a TVE.

Marco Asensio Spain 2018-19(Foto: Getty Images)

“Jogamos contra seleções que terminaram o Mundial lá em cima. Estes jogos são importantes para passar à fase fina (da UEFA Nations League)”, disse, antes de elogiar o rápido impacto do trabalho de Luis Enrique sob o comando da ‘Roja’: “Sempre que estou em campo eu trato de me doar ao máximo. Fizemos uma partida excelente, sobretudo a nível coletivo. Defendemos e atacamos juntos”, completou.

Saúl agradece oportunidade e realiza sonho em sua casa

Foi uma partida especial também para o meio-campista Saúl Ñiguez, que abriu a contagem e demonstra excelente fase agora que enfim recebeu maiores chances no selecionado nacional.

Saul Niguez SpanienSaúl fez gols contra Inglaterra e Croácia (Foto: Getty Images)

“Eu realizei um sonho. Vitória, gol, jogar em minha casa com a torcida feliz... não posso pedir mais nada”, disse o jogador do Atlético de Madrid, que iniciou a sua trajetória no futebol justamente no estádio Martínez Valero, casa do Elche.

“Para mim, foi um dia muito emotivo por estar aqui com a minha gente. E também para eles, porque o meu pai e meus dois irmãos jogaram aqui. Jamais vou esquecer”, completou.

Um dos únicos jogadores espanhóis que não teve oportunidades na Copa do Mundo, Saúl deixou sua marca nos dois jogos da Espanha nesta Nations League, mas não pensa mais na Copa do Mundo: “Eu tive estas duas oportunidade de jogar e de fazer o melhor possível nestes encontros. Não penso em mais nada”.

O meio-campista, entretanto, não acreditava que o jogo contra a Croácia seria tão fácil: “Eu não esperava. Eles começaram atacando, mas se abriram rápido com os espaços e aí ficou mais fácil. Quando você abre o placar o jogo fica mais tranquilo”.

Fechar