Deschamps lembra título mundial da Espanha para valorizar conquista francesa

Comentários()
Getty
Técnico da França defendeu seu estilo de jogo que foi bastante criticado, mesmo com o título de campeão da Copa do Mundo

Didier Deschamps não dá atenção para as críticas sobre seu trabalho e sobre o estilo de jogo da seleção da França. O técnico campeão do mundo pelo seu país na Copa da Rússia usou o exemplo da Espanha campeã para jusificar suas ideias e prática de jogo. Ele conversou com o jornal Le Monde e falou sobre a sua equipe.

"Marcamos 14 gols, 11 deles na fase de mata-mata e fizemos quatro na final. Foi a primeira vez desde que o Brasil fez em 1970. Em 2010 os espanhois foram campeões com um jogo estético que recebeu todos os elogios. Mas só anotaram oito gols", falou Deschamps.

O treinador chegou ao comando da seleção nacional em 2012 e desde então sofria muitas críticas pelo estilo de jogo que parecia não tirar o melhor dos jogadores. Na Copa da Rússia, com Griezmann, Mbappé, Varane e Lloris em alta, os franceses alcançaram o topo do pódio pela segunda vez.

Didier tem a ideia muito clara que "há muitas formas de ganhar" e para ele a França ganhou porque foi a que melhor executou seu programa de jogo.

Ousmane Dembele Didier Deschamps France(Foto: Getty Images)

"As pessoas tentam ridicularizar o estilo do jogo. Fomos capazes de marcar gols em ataques rápidos e bem colocados. Fomos melhores que os outros. Essa é a realidade", apontou o ex-jogador de 50 anos.

Por fim, Deschamps também elogiou a nova estrela do país, Kylian Mbappé e falou sobre o profissionalismo do atleta nos períodos com a seleção.

"[Mbappé] é um líder no ataque. Lida muito bem com sua precocidade. Não tenho nenhuma dificuldade para treiná-lo. Ele está em um projeto coletivo e é suficientemente maduro e inteligente para escutar e seguir progredindo apesar de seu talento excepcional", afirmou Didier.

Fechar