Demitir Mourinho agora custaria cerca de R$ 150 milhões ao Manchester United, diz jornal

Comentários()
(C)Getty Images
Treinador português vive um período de muitas incertezas e, mesmo com a grande virada sobre o Newcastle, os rumores sobre sua saída continuam

Segundo o jornal inglês Mirror, uma eventual demissão de José Mourinho nesse momento custaria 34 milhões de euros (cerca de R$ 150 milhões) aos cofres do Manchester United

As performances abaixo do esperado e um começo difícil na Premier League deixaram Mourinho em uma situação complicada no maior campeão inglês. Além disso os supostos problemas extra-campo e de relacionamento com os atletas levou grande parte da imprensa a noticiar uma iminente saída do treinador português do comando dos Red Devils.

No sábado (06), jogando em casa, o Manchester United chegou aos 10 minutos de partida perdendo por 2 a 0 para o Newcastle (que ainda não venceu na Premier League). Após o intervalo, e com drama até o último minuto, o United arrancou uma grande virada e venceu a peleja por 3 a 2. 

Devido ao alto custo para a rescisão de contrato, Ed Woordward, vice-presidente do clube, não tem como prioridade demitir Mourinho. O técnico recebe cerca de 16 milhões de euros (cerca de R$ 70 milhões) por temporada e renovou no ano passado até junho próximo do ano de 2020. 

O próximo jogo do United será apenas no sábado (20), após a pausa no campeonato para os jogos das seleções. O adversário será o invicto e líder Chelsea, de Maurizio Sarri, no Stamford Bridge. 

Fechar