Notícias Placares ao vivo
Atlético-MG

De reserva a artilheiro e mais "caçado" no Brasileirão: Hulk se reinventa no Atlético-MG

12:02 BRT 14/06/2021
Hulk - Atlético-MG x Fortaleza Brasileirão Série A 30052021
Nas últimas seis partidas, o camisa 7 marcou quatro vezes e fez duas assistências.

O atacante Hulk é o destaque do Atlético-MG na temporada. Artilheiro do time com 11 gols em 22 jogos e quatro assistências. É o líder de participação em lances decisivos do time mineiro. Nas últimas seis partidas, o camisa 7 marcou quatro vezes e fez duas assistências.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Nesse domingo, protagonizou uma bela jogada que resultou no gol da vitoria sobre o São Paulo. O camisa 7 deu uma arrancada do meio-campo até a grande área do adversário e fez o passe para Hyoran, que, na sequência, deu assistência ao volante Jair marcar o gol.

(Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Mas, o inicio da  trajetória no Galo foi bem diferente para Hulk. De volta ao Brasil após várias temporadas seguidas no futebol chinês, o jogador foi contratado com status de astro internacional, no entanto, acabou indo para o banco de reservas durante o Campeonato Mineiro. Jogando pelo lado direito do ataque, posição que fez sucesso durante a carreira e o levou a Copa do Mundo de 2014, Hulk não conseguia se destacar pelo Atlético-MG.

Hulk reclamou publicamente, em entrevista, que ele precisava de uma sequência  de jogos para retomar o melhor desempenho. A declaração criou um pequeno mal estar com o técnico Cuca. Depois disso, após uma conversa entre eles, as coisas começaram a mudar. Hulk virou centroavante e se reinventou em campo.    

“O tempo que passa e você conhece o jogador, o jogador te conhece, as coisas se aproximam. Todos sabem como foi o começo, até você descobrir onde é melhor posição para o jogador, ate que o jogador entender qual é o planejamento do treinador. Isso é da nossa carreira, é gestão. E vai do entendimento do jogador também, que uma boa pessoa e entendeu que essa posição (centroavante) é a melhor que tem pra ele e que vai ter desgaste menor e vai estar próximo do gol”, explicou Cuca

Hulk, em entrevista à Rádio Bandeirantes, revela que a iniciativa da conversa partiu do técnico Cuca e garante que nunca brigou com o comandante:

“Partiu realmente do Cuca, ele me chamou e falou: ‘Hulk, vou precisar de você mais próximo do gol, você é um jogador muito decisivo’. E graças a Deus, vem acontecendo coisas boas. Muita gente acha que eu briguei com o Cuca, mas não. Tenho muito respeito e carinho”, disse.

A mudança de posicionamento de Hulk o deixou mais próximo do gol sem a necessidade de se desgastar para recomposição tática. Cuca se diz bastante satisfeito:

“Hoje, os (jogadores que atuam) beiradas do campo tem um desgaste enorme em todos os sentidos. Agora, ele (Hulk) se adaptou perfeitamente, quando ele não tem feito gol, ele tem participado diretamente dos gols como foi a jogada que ele fez (gol do Jair contra o São Paulo). Tem qualidade, bom domínio de jogo, bom controle, um cara muito maduro, experiente e  a gente está muito feliz com ele”, completa o treinador.

Jogador mais “caçado” do Brasileirão

Nas três primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro o atacante Hulk é o jogador que mais recebeu faltas: foram 17 . Ademir, do América-MG, Capixaba, do Juventude, e Marinho, do Santos, sofreram 11 faltas.

(Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

No fim do primeiro tempo do jogo contra o São Paulo, o camisa 7 atleticano, em disputa com o zagueiro Bruno Alves, recebeu uma pancada na região lombar e precisou de atendimento médico.

 O técnico Cuca foi questionado sobre o excesso de faltas sofridas por Hulk neste inicio de Brasileirão. O comandante do Galo entende que o estilo de jogo do atacante proporciona mais contato físico e não vê perseguição dos árbitros: 

“Eu entendo, mas o Hulk é um jogador que propõe o contato, porque ele é forte, protege bem a bola e o adversário às vezes quer antecipar e não consegue, como foi o caso do Bruno Alves, que acho que não foi de maldade, ele tentou e acabou fazendo a carga, que poderia ter sido interpretada com um cartão, mas não vejo que haja uma perseguição. O jogo dele exige esse tipo de choque”, explica Cuca. 

Volta à Seleção Brasileira

Aos 34 anos, o atacante Hulk já conquistou a independência financeira, se tornou ídolo em vários clubes do exterior, como, por exemplo, Porto-POR, Zenit-RUS e Shanghai-CHI, e disputou a Copa do Mundo de 2014 pela seleção brasileira. Agora, o jogador decidiu retornar ao Brasil em busca de títulos nacionais e sul-americanos e para criar identificação com uma grande torcida. Hulk ainda não conseguiu atuar pelo Atlético-MG com a presença de publico no Mineirão devido à pandemia. E sobre seleção brasileira? Não é a prioridade, mas, continua sendo objetivo do camisa 7 do Galo: 

“Com certeza, quando você está bem no clube, abre uma oportunidade de ter chance na seleção novamente. E todo jogador que disputa competições em alto nível almeja sempre defender o seu país e eu não sou diferente. Mas meu foco total é aqui no Atlético, de fazer grande jogos”, disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes.