Notícias Placares ao vivo
Primera Division

Da saída de Neymar à atrapalhada renovação com Messi: Barcelona teve um verão para esquecer

17:00 BRT 23/08/2017
Josep Maria Bartomeu Barcelona
O presidente Josep Maria Bartomeu e seus colegas sofreram um verão difícil após uma série de erros - mas eles poderiam ser realmente substituídos?

Muitos fãs do Barcelona tiveram o suficiente. Os nível dos erros no escritório nos últimos anos fizeram com que o time catalão fosse superado em campo pelos rivais Real Madrid e um número de crescente de torcedores agora querem que o presidente Josep Maria Bartomeu saia. 

Os Blaugrana perderam a coroa da La Liga para os Merengues na temporada passada e também foram forçados a assistir os homens de Zinedine Zidane manterem mais um troféu da Champions League, mas o clube catalão foi ainda mais envergonhado neste verão ao não conseguir seus principais objetivos na janela de transferências, perdendo Neymar para o PSG e anunciando o novo contrato de Lionel Messi antes mesmo de ter sido assinado. 

O Barça anunciou na terça-feira que deve processar Neymar por incumprimento de acontrato após a sua transferência por 222 milhões de euros para o PSG. Entretanto, o brasileiro voltou a Barcelona, colocando fotos ao lado de seus ex-companheiros de equipe - incluindo Messi, Suárez e Piqué.


(Foto: Reprodução)

Esse foi um claro sinal de desafio dos jogadores  e a atmosfera no Camp Nou não é positiva apenas com a La Liga, pois a derrota por 5 a 1 para o Real Madrid no placar agregado da Supercopa espanhola ainda está fresca na memória.

Pode haver mudança na presidência?


(Foto: Getty Images)

Bartomeu tornou-se presidente do Barcelona em janeiro de 2014, após a renúncia de Sandro Rosel, devido à controvérsia em torno da transferência de Neymar vindo do Santos no ano anterior. 

O atual chefe do clube se demitiu para novas eleições em 2015, ganhando mais de 50% dos votos, e as próximas eleições agora devem ocorrer em 2021.

Mas o ex-candidato a presidente, Augusti Benedito, está dando andamento para apresentar um processo de moção de censura contra Bartomeu e seu conselho de administração, podendo tirá-lo do comando.

E de olho nessa situação toda está o ex-presidente Joan Laporta, que foi comandante do clube no período de sucesso espetacular entre 2003 e 2010, e que está interessado em assumir pela segunda vez.


(Foto: Getty Images)

Laporta disse à Goal em entrevista exclusiva recente que acredita que Bartomeu e seu conselho devem se demitir e revelou que está pronto para assumir novamente. 

Embora Rosell tenha renunciado em 2014, parece improvável que Bartomeu fará o mesmo e o atual chefe do clube está empenhado em manter tudo em sua presidência até que seu mandato chegue ao fim em 2021.

No entanto, com a pressão, sua posição pode tornar-se insustentável, a menos  que haja melhora no campo num futuro próximo.


VEJA TAMBÉM: