Criticado por se jogar, Neymar lidera listas de simulações e faltas sofridas na Copa do Mundo

Comentários()
Saeed Khan
Atacante da Seleção Brasileira é quem mais simulou durante competição na Rússia, em 2018. Craque se jogou em 19 oportunidades, mas sofreu 26 faltas

banner Copa 2018

Neymar é quem mais simula na Copa do Mundo 2018. Um estudo chamado StopDiving conta o número de vezes que atletas se jogaram tentando cavar uma falta na competição que ocorre na Rússia. O craque do Brasil foi quem mais tentou enganar a arbitragem. Em contrapartida, foi quem mais teve faltas assinaladas a seu favor, conforme dados da Opta.

Em cinco partidas disputadas pela Seleção Brasileira, o dono da camisa 10 se jogou com o intuito de enganar a arbitragem em 19 oportunidades. O atleta do Paris Saint-Germain lidera a lista de números absolutos. A segunda colocação é dividida por Harry Kane e Olivier Giroud, de Inglaterra e França, respectivamente. A dupla tentou fazer o mesmo com os árbitros em 12 oportunidades cada.

Mais artigos abaixo

As simulações do craque brasileiro renderam críticas ao redor do mundo. Ele teve a forma de atuar lamentada por adversários e até pessoas que não se envolvem diretamente com o futebol. Gianni Infantino, presidente da Fifa, e o ator Will Smith fizeram as críticas mais recentes.

Apesar de todas as palavras negativas sobre o jogo de Neymar, que tem uma média de 3,8 simulações por partida na Copa do Mundo, o jogador de 26 anos foi quem mais sofreu faltas na competição. O craque foi derrubado com infração do rival em 26 oportunidades.

Eden Hazard, que tem apenas oito simulações durante toda a Copa do Mundo, é o segundo com mais faltas sofridas. O craque da Seleção Belga foi derrubado em 24 oportunidades com faltas dos rivais. A terceira colocação é dividida entre Isco e Rakitic, com 19 faltas cada.

Fechar