Cristiano Ronaldo retorna à Madrid e ratifica acordo judicial por fraude fiscal

Comentários()
Getty
O atacante português foi condenado a dois anos de prisão e o pagamento de 18,8 milhões de euros por quatro infrações fiscais

Ao lado de sua esposa, Georgina Rodriguez, Cristiano Ronaldo compareceu ao Tribunal Provincial, em Madrid, e admitiu ser culpado por fraude fiscal na Espanha.

O craque português reconheceu a culpa de quatro crimes de fraudes, entre 2011 e 2014, quando ainda era jogador do Real Madrid, e aceitou pagar uma multa de 18,8 milhões de euros, escapando da condenação de 23 meses.

Mais artigos abaixo
Cristiano Ronaldo Georgina Rodriguez
Foto: Getty Images

Após o acordo assinado, o camisa 7 passou entre os jornalistas que o aguardavam na saída do Tribunal.

"Tudo perfeito", disse Cristiano Ronaldo, depois de ter sido negado um pedido que pedia a entrada pela garagem, para evitar a multidão.

Fechar