Corinthians x São Paulo: Jair Ventura e Aguirre jogam Majestoso por continuidade em 2019

Comentários()
Treinadores estão trabalhando no planejamento da próxima temporada, mas ainda não estão garantidos no cargo

Corinthians e São Paulo se enfrentam neste sábado (10), às 17h (de Brasília), em Itaquera, com objetivos completamente distintos no Brasileirão. No entanto, apesar de o Tricolor estar tentando garantir uma vaga direta na fase de grupos da próxima Libertadores e o Timão esteja buscando afastar o risco de rebaixamento, ambas as equipes vivem má fase e seus treinadores buscam afirmação para continuarem trabalhando no mesmo lugar em 2019.

Jair Ventura chegou há dois meses ao Corinthians para substituir Osmar Loss e era visto como a pessoa certa para terminar o ano com um bom desempenho e já começar a se planejar para 2019. No entanto, embora tenha chego até a final da Copa do Brasil, acabou perdendo para o Cruzeiro e no Brasileirão vem tendo resultados muito aquém do que se esperava e o Timão é apenas o 12º colocado, com 39 pontos, a cinco do Z-4. Após 13 jogos, o aproveitamento do comandante no clube alvinegro é de apenas 33,3%.

Embora tenha contrato com o Timão até o fim de 2019, Jair Ventura já vem sendo questionado por torcedores. Até a diretoria não garante mais a continuidade, embora admita que o elenco precise ser reforçado.

Jair Ventura Corinthians Flamengo Copa do Brasil 26092018
(Foto: Alexandre Schneider/Getty)

“Os números são baixos, ele sabe que está mal. Lógico que é ruim. Garantido nem eu estou, tem um monte de técnico sofrendo impeachment. Mas não é justo falar do Jair agora. Nosso time não está bem, tem seis jogos para recuperar. Não vamos ser campeões, mas vamos trabalhar para sair dessa situação”, afirmou o presidente Andrés Sanchez em entrevista coletiva na última quinta-feira (7).

Já Diego Aguirre chegou ao São Paulo em março para ocupar o lugar de Dorival Júnior. Apesar das eliminações na semifinal do Paulistão, para o Corinthians, e na quarta fase da Copa do Brasil, diante do Atlético-PR, o uruguaio conseguiu agradar até os mais desconfiados torcedores após fazer com que a equipe chegasse a liderança do Brasileirão com um grande desempenho no primeiro turno.

A renovação de contrato de Aguirre, que se encerra em dezembro, chegou até a ser discutida entre dirigentes, mas o próprio treinador pediu para deixar as conversas para o fim da temporada. O problema é que logo em seguida, o São Paulo caiu de rendimento no segundo turno e o rendimento abaixo do esperado levantou dúvidas sobre a continuidade.

Diego Aguirre comanda São Paulo no Morumbi
(Foto: Alexandre Schneider/Getty Images)

Dentro do clube, há quem garanta que Aguirre só terá chance de seguir no comando do time caso o São Paulo consiga a classificação direta para a Libertadores do próximo ano. Hoje, o Tricolor é o quarto colocado, com 57 pontos, dois a mais que o Grêmio.

Mesmo sem a garantia de continuidade para 2019, os dois treinadores tem participado do planejamento das respectivas equipes que comandam para 2019, mas uma vitória no Majestoso é vista por ambos os lados como fundamental não só para as pretensões que ainda restam em 2018 como para a continuidade no mesmo emprego na próxima temporada.

Próximo artigo:
It's Coming home?! Kane mantém viva a esperança de uma nova era na Inglaterra
Próximo artigo:
Brasileirão 2018: Classificação completa e evolução a cada rodada
Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de segunda-feira, 19 de novembro
Próximo artigo:
Ligue 1 2018/19: artilheiros, garçons e classificação completa
Próximo artigo:
Liga das Nações da UEFA: quem está classificado e eliminado dos play-offs?
Fechar