Notícias Placares ao vivo
Copa do Brasil

Com premiação recorde, Copa do Brasil teve muito dinheiro e poucos gols

23:44 BRT 17/10/2018
Jair Ventura Corinthians Flamengo Copa do Brasil 26092018
A competição de mata-mata teve os piores artilheiros em 30 anos de disputa e poucas redes balançando

A edição 2018 da Copa do Brasil estabeleceu um recorde no valor da premiação concedida ao campeão. O Cruzeiro, que levou a melhor sobre o Corinthians na decisão desta quarta-feira (17), embolsou R$ 62 milhões  – um aumento de 733,33% em relação ao total da edição 2017, vencida também pela Raposa. Mas se a quantia em dinheiro aumentou, o número de gols diminuiu bastante.

Em 120 jogos realizados, as redes balançaram 253 vezes. A média de 2,10 só não foi pior do que as vistas nas edições de 1990 e 1991, quando o torneio contava com menos participantes (32) e terminou com 1,92 e 2,06 tentos por partida, respectivamente.

O número de gols marcados encontra o seu ponto baixo quando o assunto é artilharia. Pois em todas as 30 edições da Copa do Brasil, a de 2018 teve os piores goleadores em sua história. Gabigol (Santos), Neílton (Vitória) e Rômulo (Avaí) foram os jogadores que mais vezes estufaram os barbantes: quatro cada um. Fred é o maior artilheiro de uma única edição do torneio, com 14 gols em 2005, justamente pelo Cruzeiro - clube que voltou a defender neste ano.

Gabigol foi um dos artilheiros da Copa do Brasil 2018, com 4 gols (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Antes, a competição de mata-mata havia encontrado os seus ‘piores’ goleadores em três ocasiões diferentes: 2007, 2011 e 2017, quando o máximo de tentos feitos pelos artilheiros foram cinco. Importante destacar que Cruzeiro e Corinthians, os finalistas em 2018, estão longe de serem referências em gols marcados (78 e 72 tentos cada), considerando a temporada feita pelas equipes participantes da Série A: ocupam, respectivamente 10ª e 11ª posições considerando todos os torneios disputados.

Se dinheiro traz ou não felicidade, na Copa do Brasil a certeza é de que não dá garantias de gols.