Notícias Placares ao vivo
Bayern Munique

Contratações ruins e péssima Copa do Mundo: o Bayern está andando para trás

12:21 BRT 24/08/2018
Thomas Muller Bayern Munich 15082018
Os alemães alcançaram a semifinal da Champions League na última temporada, mas ao que tudo indica, terão dificuldade para repetir o feito

Estamos vivendo na era de ouro dos anúncios de transferência. Os clubes estão cada vez mais criativos em comunicar a chegada de um novo atleta ao elenco. Recentemente, o PSG anunciou a chegada de Gianluigi Buffon com um vídeo no qual o goleiro faz a prova de um novo terno, no qual faz menção ao grande dia da apresentação.

Porém, os times alemães costumam ser os mais conhecidos sobre as brincadeiras no Twitter, nas quais provocam um ao outro. Mas embora as redes sócias do Bayern de Munique fiquem entre as maiores e mais ativas contas de clubes na internet, o time não teve chance de participar das postagens de anúncios. Já que não fez nenhuma transação neste mercado de transferências.

Houve apenas três contratações em Munique, e todas antes do final da temporada 2017-18: Leon Goretzka chegou por meio de um acordo com o Schalke em janeiro passado, enquanto Serge Gnabry retornou ao Bayern após uma temporada de empréstimo ao Hoffenheim. Mas a principal contratação de todas se deve ao treinador Niko Kovac, ex-atleta do Bayern.

Sem transações, o Bayern pretende esquecer as férias do meio de ano e principalmente a Copa do Mundo: formada por grande parte de atletas do Bayern, a seleção da Alemanha viveu a pior campanha em Copas do Mundo. o que acarretou na eliminação na primeira fase, em último lugar no Grupo F. Já o atacante Robert Lewandowski, principal atleta do clube, foi impotente com a Polônia, no Mundial da Rússia.


(Foto: Getty Images)

Com a Espanha, Thiago Alcântara pouco fez. E o mesmo pode ser dito de Corentin Tolisso, que levantou o troféu com a França, mas fez apenas duas aparições com a campeã, somando 17 minutos em campo durante toda competição.

Além disso, muitos jogadores do Bayern nem sequer foram para a Copa do Mundo. Rafinha, Kingsley Coman, Renato Sanches e Javi Martinez não fizeram parte das convocações finais do seus países. A Áustria de David Alaba não conseguiu vaga para o torneio, e Sandro Wagner decidiu deixar a Alemanha. Por outro lado, Franck Ribery se afastou da França há quatro anos, enquanto Arjen Robben se aposentou da Holanda, que também não garantiu classificação na Copa.

Apesar das terríveis performances na Rússia e da completa falta de novos talentos, o Bayern permaneceu nas manchetes durante a maior parte de julho e agosto.

Rumores sobre a saída de Jerome Boateng não devem se materializar. Lewandowski permaneceu no elenco, e Arturo Vidal deixou os alemães para atuar no Barcelona. No entanto, maior do que as especulações, somente as notícias sobre as repetidas críticas de Mesut Ozil ao presidente do clube, Uli Hoeness.

O meia do Arsenal também recebeu duras ironias do presidente, que acredita que ele usou de desculpas pífias para se retirar da Alemanha e disfarçar as más atuações na seleção.

Porém, Hoeness não percebeu segundas intenções em suas próprias declarações, já que as intrigas entre ambos na mídia serviram para disfarçar o fato de que o Bayern teve uma terrível escassez de contratações. Mas agora, o time irá lutar para tentar repetir o feito da última temporada, e ao menos chegar nas semifinais da Champions League.

Ao invés de planejarem a temporada 2018/19, os bávaros decidiram poupar dinheiro neste verão, na esperança de conseguirem contratações de peso no ano que vem, como Paulo Dybala e Antoine Griezmann. Entretanto, a temporada 2019/20 não deve chegar tão cedo. E a equipe do Allianz Arena terá que “sobreviver” a esta.

Vale ressaltar que o Bayern venceu a Bundesliga 2017/18 e tem tudo para conquistar o título este ano também. Mas provavelmente, não com a mesma facilidade que a anterior devido ao fortalecimento do Borussia Dortmund, que foi ao mercado de transferências e trouxe o experiente Lucien Favre para o cargo de treinador.

Caso ganhe, será o sétimo título consecutivo do Bayern no torneio nacional, algo que agora é considerado pelos torcedores do clube o mínimo a fazer.

No entanto, o novo treinador do Bayern foi rápido a minimizar os pensamentos sobre os “triplos” em 2018-19, referindo-se a título da Bundesliga, Champions League e Copa da Alemanha.


(Foto: Getty Images)

"Você está mencionando a palavra 'triplos. Mas eu quero que você faça algumas pesquisas sobre quantas equipes na história conseguiram ganhar os triplicados. Eu quero que você faça alguma pesquisa. Porque eu já fiz. E se você fizer isso, nós dois diremos: Isso é insanamente difícil", ironiza.

Ao que tudo indica, o Bayern vai agora encontrar dificuldades para competir fora da Alemanha, especialmente após observar a Juventus assinar com Cristiano Ronaldo e Kylian Mbappe do PSG “amadurecer” na Copa do Mundo.

Além de Liverpool e Manchester City que voltarão a disputar forte na Champions. Enquanto Barcelona e Real Madrid terão o Atlético de Madrid como o adversário a ser batido na Espanha.

Ao invés de “garantir” uma tranquilidade para a sequência do ano, o Bayern de Munique se acomodou com o elenco que possuiu. E a equipe de mídia do clube não teve e nem terá a chance de elaborar vídeos para as redes sociais. Mas além disso, podem gastar o tempo preparando alguns roteiros para quando eles forem eliminados da Champions League, nas quartas de final. Caso consigam chegar tão longe.

document.write('');