Conexão francesa: Golovin finalmente pronto para provar seu valor em Monaco

Comentários()
Após um início lento na Ligue 1, o jovem russo está agora pronto para explodir na primeira divisão da França

Durante a janela de transferências, parecia que o Monaco havia havia feito um grande negócio ao contratar Aleksandr Golovin do CSKA de Moscou.

O jogador de 22 anos chegou à França por uma quantia de 30 milhões de euros, com o clube vencendo a concorrência como o Real Madrid, após brilhar com a Rússia durante a Copa do Mundo. De fato, o treinador Leonardo Jardim descreveu-o como a mais importante contratação do clube em setembro.

Mas assim como Monaco vacilou inesperadamente, o mesmo aconteceu com o jogador.

Aleksandr Golovin Monaco
Foto: Getty Images

As contusões certamente não ajudaram em sua integração no time, com um problema no tornozelo o deixando de fora até o final de setembro, quando a confiança já havia começado a deixar a equipe a um ritmo alarmante.

Golovin se esforçou para se adaptar e sua contribuição mais notável na primeira metade da temporada foi um cartão vermelho bizarro contra o Lyon apenas 10 segundos após o intervalo, sendo suspenso ainda por quatro jogos.

No entanto, à medida que o renascimento do Monaco começa a ganhar ritmo, parece que o russo está pronto para corresponder.

Ele marcou dois gols em seus dois últimos jogos. O último, contra o Toulouse, foi comemorado com prazer, como se um peso fosse retirado de suas costas.

Talvez as chegadas de Cesc Fabregas e Gelson Martins tenham ajudado com as responsabilidades ofensivas sendo compartilhadas.

Porém, Dmitry Sychev, ex-jogador do Marselha, coloca o súbito renascimento do jovem no retorno de Jardim.

"Acho que foi influenciado pela mudança de treinador", disse Sychev ao Itar TASS. "Com o novo treinador, ficou recarregado. Ele também se adaptou ao campeonato, se recuperou de seus ferimentos e está de volta em grande forma, o que lhe permite jogar e marcar gols.".

Aleksandr Golovin GFX

Golovin, que foi transferido de posição em posição quase semanalmente sob o comando de Henry, espera agora que tenha deixado esses dias para trás.

Franck Passi, o assistente técnico de Henry, fez uma previsão ousada enquanto assistia à melhora lenta do jogador.

"No dia em que marcar um, ele vai se soltar", disse.

Até agora, as evidências sugerem que o ex-braço direito de Henry estava correto.

"Se o Monaco vencer alguns jogos e se for para uma posição mais confortável, tenho certeza de que ele dará ao time ainda mais", acrescentou Passi.

Agora, sob a orientação de Jardim mais uma vez, Golovin está finalmente pronto para desempenhar o papel de protagonista destinado a ele.

Mais artigos abaixo

 

 

 

Fechar