Com postura contestada, Paulinho ainda não convence no Leverkusen

Comentários()
Getty Images
Alemães enxergam falta de comprometimento do ex-vascaíno e não descartam um empréstimo no meio do ano

Paulinho tem encontrado enormes dificuldades para ganhar espaço e convencer no Leverkusen. O Blog Ora Bolas apurou que o jovem atacante brasileiro ainda está longe de ganhar a confiança do treinador holandês Peter Bosz e também da diretoria, até por isso um empréstimo no meio do ano não está descartado.

Contratado pelo clube alemão em julho do ano passado, por 20 milhões de euros (na ocasião, R$ 85 milhões), o ex-vascaíno fez até o momento 15 jogos e marcou um gol. Em 2019, por exemplo, participou de apenas três partidas oficiais (uma como titular e duas como reserva) e nem sequer saiu do banco em outros cinco confrontos.

Bosz, em determinada altura da temporada, notou uma certa falta de comprometimento por parte da promessa de 18 anos, sobretudo quando chamado para entrar nos jogos faltando poucos minutos para o apito final.

Nos bastidores do Leverkusen, há também quem critique a postura de familiares e pessoas próximas a Paulinho. Acreditam que o entorno tem gerado muito "oba-oba" em cima do jogador, quando, na verdade, esperavam uma espécie de senso crítico. 

Apesar das recentes contestações, os alemães ainda têm esperanças na evolução do atacante, que, vale lembrar, faz parte de um geração recheada de nomes talentosos, como Vinicius Junior e Rodrygo.
 

Fechar