Com passado polêmico em Copas, Luis Suárez pode ser a surpresa na Rússia

Comentários()
Getty
Expulsão 'salvadora' e suspensão após morder adversário fazem parte do currículo do atacante uruguaio no Mundial

Luís Suárez é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores centroavantes em atividade no futebol mundial. Ao lado de Lionel Messi, o uruguaio é um dos principais jogadores do Barcelona, onde já coleciona títulos desde sua chegada em 2014.

Na seleção Celeste, Suárez é o principal nome ao lado de Edinson Cavani. Maior artilheiro da história do Uruguai com 51 gols, o atacante tem um histórico polêmico em Copas do Mundo, mas, ao mesmo tempo, teve atuações de extrema importância para as campanhas de sua seleção.

Em 2010, quando ainda atuava pelo Ajax, foi convocado por Oscar Tabárez para o Mundial da África do Sul. Titular durante toda a competição, Luisito se destacou com gols importantes, como na vitória sobre o México que garantiu a primeira colocação da Celeste no Grupo A, além dos dois gols da vitória por 2 a 1 sobre a Coreia do Sul, nas oitavas de final. 

Luis Suarez, Uruguay(Foto: Getty)

Nas quartas Suárez não marcou, mas foi responsável pelo lance mais polêmico do jogo, no último minuto da partida. Após confusão na área uruguaia, o camisa 9 "defendeu" com as mãos uma bola que já havia passado pelo goleiro Muslera, e tinha destino certo no gol. Expulso de campo pelo lance, ele viu sua seleção avançar à semifinal, após Gana perder a cobrança e sua equipe vencer a disputa de pênaltis, após o fim da prorrogação.  

Luis Suarez Chiellini Italy Uruguay World Cup 2014(Foto: Getty)

Quatro anos depois, Suárez virou novamente o centro das atenções. Ficou de fora da estreia em solo brasileiro contra a Costa Rica, já que ainda se recuperava de uma cirurgia no joelho, e viu o Uruguai ser surpreendido pelo rival. No jogo seguinte, diante da Inglaterra, marcou os dois gols e garantiu a vitória por 2 a 1. Já contra a Itália voltou a polêmica ao se envolver em um incidente com o zagueiro Chiellini, quando foi flagrado mordendo o adversário. Resultado: por ser reincidente, acabou sendo suspenso pela FIFA por nove jogos de sua seleção, e banido de qualquer atividade relacionada ao futebol por quatro meses.  

Contratado pelo Barça logo após a Copa do Brasil, Suárez só pode estrear pelo clube em outubro daquele ano, mas demorou pouco tempo para cair nas graças do torcedor, voltando a ser decisivo com seus gols.

Luis Suarez Messi FC Barcelona(Foto: Getty)

Quatro anos depois, Suárez agora tem a chance de se redimir e comandar a Celeste em mais um Mundial. Mais experiente e ainda decisivo, o principal jogador do Uruguai chega à sua terceira Copa do Mundo tentando se afastar os capítulos negros de sua história, e da má fama que ganhou com alguns rivais, para se tornar a grande surpresa da Copa do Mundo da Rússia. 

O Uruguai estreia na Copa na sexta-feira (15) quando encara o Egito. Além das duas equipes, Rússia e Arábia Saudita completam o grupo A onde a Celeste de Luís Suárez é considerada a grande favorita para avançar na liderança.

Próximo artigo:
Sorteio da Copa América 2019: onde, quando será e como funciona?
Próximo artigo:
Chelsea x Tottenham: Horário, local, onde assistir e prováveis escalações
Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de quinta-feira, 24 de janeiro
Próximo artigo:
Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP: Verdão tem vitória magra em sua Arena
Próximo artigo:
Lesão de Neymar deixa técnico do PSG em alerta: "estou preocupado"
Fechar