Clube chileno cobra dívida do Atlético-MG referente a venda de Otero

Comentários()
Bruno Cantini/Atlético-MG
Clube chileno exige 600 mil euros pela compra do jogador de parte do dinheiro do empréstimo ao Al Wehda

A venda definitiva do jogador venezuelano Otero para o Al Wehda, da Arábia Saudita, rendeu um reforço nos cofres do Atlético-MG de 5 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões). Porém, a equipe mineira agora tem um problema para resolver sobre os direitos do jogador.

Segundo o jornal Lance, o Huachipato, do Chile, possui 50% dos direitos do venezuelano, e está cobrando duas dívidas diferentes para o Galo.

A primeira, no valor de 600 mil euros (cerca de R$ 2,5 milhões), referente a venda da outra metade do atleta ao clube mineiro, em 2016. Na época, o Galo havia acordado em pagar 800 mil euros, mas transferiu apenas 200 mil, deixando a dívida em aberto.

A segunda cobrança é a de 5 milhões de euros, referentes ao valor que o Galo recebeu pelo empréstimo de Otero ao Al Wehda, antes da venda definitiva.

A equipe chilena alega que também tem o direito de receber metade do valor pelo empréstimo, já que é dono de 50% dos direitos de Otero.

Para resolver suas pendências, representantes dos clubes chileno e brasileiro irão se encontrar em 10 de janeiro de 2019 para uma audiência no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Próximo artigo:
"Rei do Allianz Parque", Dudu pode fazer 100º jogo na casa do Palmeiras nesta quarta
Próximo artigo:
Buscas por avião que transportava Sala são retomadas; siga as notícias em tempo real
Próximo artigo:
"Cruzar o Canal da Mancha à noite, com mau tempo, é uma loucura", afirma especialista sobre avião de Sala
Próximo artigo:
Comitiva do Barcelona já está na Holanda para assinar contrato com De Jong
Próximo artigo:
Noticia Goal: Benzema consegue "fugir" da sala de cirurgia
Fechar