Notícias Placares ao vivo
Brasil

Líder e com dez pontos a frente do segundo colocado; confira o retrospecto do Brasil nas Eliminatórias

13:15 BRT 11/10/2017
Neymar Gabriel Jesus Dani Alves Brasil Argentina Eliminatorias 2018 10112016
Depois de um início conturbado, o Brasil trocou de técnico, reencontrou o bom futebol e garantiu vaga no Mundial da Rússia

A Seleção Brasileira teve uma campanha de se tirar o chapéu principalmente depois da chegada do técnico Tite. Além de carimbar de forma antecipada a vaga na Copa do Mundo, os pentacampões terminaram as Eliminatórias como líder do torneio com 41 pontos em 18 partidas, dez a mais que o Uruguai, segundo colocado. Para se ter uma ideia da campanha, na última rodada, por exemplo, apenas o Brasil tinha lugar garantindo na Rússia, enquanto as outras seleções ainda depediam de resultados para se classificar. 

Abaixo, a Brasil Global Tour relembra todos os 18 jogos da Seleção no torneio

CHILE 2-0 BRASIL (08/10/2015)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Passando por um momento de transição com o técnico Dunga, o Brasil não era favorito para o confronto em Santiago, mas certamente não esperava sair derrotado por 2 a 0, mesmo enfrentando os campeões sul-americanos e, de longe, a melhor equipe do continente na época.

Foi também o último jogo do goleiro Jefferson que saiu de campo apontado como um dos responsáveis pela derrota após falhar no primeiro gol anotado por Eduardo Vargas.

BRASIL 3-1 VENEZUELA (13/10/2015)


(Foto: Getty Images)

Após a derrota para o Chile, o Brasil voltou a campo contra a Venezuela, em Fortaleza. Com dois gols, Willian abriu o caminho da vitória que teve Ricardo Oliveira fechando a conta.

No estádio, a torcida do Ceará fez uma verdadeira festa para receber a Seleção que retribuiu com bom futebol dentro de campo.

ARGENTINA 1-1 BRASIL (13/11/2015)


(Foto: Getty Images)

O Brasil foi para o duelo contra a Argentina, em Buenos Aires, com três pontos em duas partidas. Aos 24 minutos de jogo, Lavezzi abriu a conta para os Hermanos.

Mas Lucas Lima, do Santos, marcou seu primeiro gol com a camisa da Seleção empatando a partida de forma vital para as pretensões da Canarinho.

BRASIL 3-0 PERU (17/11/2015)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Depois do empate com a Argentina fora de casa, o Brasil encarou o Peru e não decepcionou. Com bom futebol apresentado e um retorno espetacular de Renato Augusto, a Canarinho venceu por 3 a 0.

Desde então, o meia que defendia o Corinthians e hoje está na China se tornou peça fundamental de um Brasil que está bem próximo de carimbar a vaga na Copa do Mundo. 

BRASIL 2-2 URUGUAI (25/03/2016)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

O bom começo em 2016 parecia estar sendo desenhado. Douglas Costa levou menos de um minuto para colocar a Seleção à frente do placar contra o Uruguai. Em seguida, Renato Augusto também foi as redes dando a Canarinho 2 a 0 de vantagem.

Mas o que parecia perfeito ficou complicado, Edinson Cavani e Luis Suárez colocaram o Uruguai em igualdade no placar, em Recife. Nesta noite, David Luiz, que teve dificuldades para marcar a dupla adversário fez seu último jogo pela Seleção Brasileira. 

PARAGUAI 2-2 BRASIL (29/03/2016)


(Foto: Getty Images)

O empate com o Uruguai dentro de casa depois de sair vencendo por dois a zero colocou uma certa pressão na Seleção Brasileira que enfrentaria o Paraguai, em Assunção.

Os rumores sobre uma possível saída do técnico Dunga começaram a se espalhar e diante deste cenário a Canarinho sofreu contra os paraguaios e só foi conquistar o empate nos minutos finais com Ricardo Oliveira e Dani Alves.

EQUADOR 0-3 BRASIL (01/09/2016)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Com a necessidade de uma vitória, Tite fez sua estreia sob o comando da Seleção Brasileira contra o Equador, fora de casa. Era a estreia também de Gabriel Jesus no comando do ataque brasileiro.

Um pênalti convertido por Neymar e dois gols do novo camisa "9" deram ao Brasil sua primeira vitória em Quito após 33 anos. A partir daí, a Seleção começou a sua caminhada de volta aos trilhos.

BRASIL 2-1 COLÔMBIA (06/09/2016)


(Foto: Getty Images)

Depois da bela vitória sobre o Equador, a Seleção encarou a Colômbia, em Manaus com cerca de 36 mil torcedores apoiando a Canarinho. Miranda abriu o placar e Marquinhos, contra, empatou antes do intervalo.

O jogo foi repleto de tensão por conta do que aconteceu com Neymar e Zuniga na Copa do Mundo. E foi do camisa 11 o gol que fez o sorriso voltar ao rosto dos brasileiros. 

BRASIL 5-0 BOLIVIA (06/10/2016)


(Foto: Getty Images)

Contra a Bolívia, uma grande exibição da Seleção que estava de volta a boa fase. Com gols de Neymar, Filipe Luis, Gabriel Jesus, Firmino e Coutinho, a Canarinho deu um verdadeiro show na Arena das Dunas.

Com seu gol de número 49, Neymar passou Zico na lista dos maiores artilheiros da história da Seleção Brasileiro.

VENEZUELA 0-2 BRASIL (11/10/2016)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Contra a Venezuela, em Mérida, o Brasil tinha a chance de assumir a liderança das Eliminatórias porque o Uruguai habia empatado com a Colômbia. Diante deste cenário, Gabriel Jesus e Willian aproveitaram as oportunidades e deram a vitória a Canarinho.

Com Neymar suspenso, Jesus mostrou que estava pronto para ajudar a Seleção sempre que necessário. Nem mesmo a queda de luz no estádio foi capaz de apagaro brilho do Brasil de Tite.

BRASIL 3-0 ARGENTINA (10/11/2016)


(Foto: Thomas Santos / MoWa Press / Divulgação)

Em boa fase, o duelo contra a Argentina, no Mineirão, mexeu bastante com o sentimento do torcedor brasileiro. Com a voz imponente desde o hino nacional, a torcida mostrou que iria ajudar a fazer diferença. Dentro de campo, um show da Seleção contra os maiores rivais. Neymar foi as rendes anotando seu gol de número 50 pela Canarinho.

Com Messi apagado por Fernandinho, Coutinho e Paulinho também anotaram seus gols e contribuiram com um placar elástico de 3 a 0 deixando os hermanos quatro jogos sem vitórias. 

PERU 0-2 BRASIL (15/11/2016)


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

O Brasil fechou 2016 com chave de ouro.  Renato Augusto e Gabriel Jesus foram os responsáveis pela vitória por 2 a 0 sobre o Peru somando seis triunfos em seis jogos confirmando a Seleção em primeiro lugar nas Eliminatórias.

Jesus, que havia feito a sua estreia em Setembro, chegou a cinco gols pela Seleção empatando com Coutinho como o melhor goleador da Canarinho na temporada. A vitória brasileira e o empate uruguaio colocou a Canarinho há quatro pontos de diferença do segundo colocado na tabela. 

URUGUAI 1-4 BRASIL (23/03/2017)

(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

O duelo contra o Uruguai, no Centenário, era apontado como o jogo mais difícil da era Tite. Ainda invicta sobre o comando do treinador, a Seleção precisava passar por uma situação de adversidade para descobrir como reagiria, já que em todos as outras partidas tinha saído na frente no marcador. 

Mas no primeiro jogo fora de casa contra uma grande seleção, o Brasil mostrou poder de reação. Apesar de sair perdendo, os brasileiros não se intimidaram e com três gols de Paulinho, no primeiro hat-trick da carreira, e atuação inspirada de Neymar venceram a partida por 4 a 1. O triunfo também colocou Tite na história. Ele se tornou o primeiro treinador da Canarinho a somar sete vitórias consecutivas em jogos de Eliminatória.

BRASIL 3-1 PARAGUAI (28/03/2017)

(Foto: Getty Images)

A Seleção precisa de pouco para carimbar a vaga na Copa do Mundo e fez muito mais. Sem ser brilhante mas totalmente eficiente, os comandados do técnico Tite despacharam o Paraguai com mais uma grande atuação de Neymar, que desta vez, carregava faixa de capitão após abrir mão dela meses antes.

Coutinho abriu o placar ainda na primeira etapa. No segundo tempo, Neymar foi as redes e Marcelo fechou a goleada por 3 a 0 que fez do Brasil a primeira seleção classificada para o Mundial da Rússia. Arena Corinthians, onde Tite construiu uma bela história pelo clube Alvinegro, foi o palco perfeito para selar a classificação.

BRASIL 2-0 EQUADOR (31/08/2017)

(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Com a vaga da Copa do Mundo carimbada, Tite deixou claro que não queria moleza do Brasil, afinal, para ele o Mundial já havia começado. Na Arena do Grêmio, o Equador entrou com apenas uma missão: se defender e tentar uma jogada no contra-ataque. Com dificuldade para achar os espaços e um Neymar tentando resolver sozinho, o primeiro tempo não empolgou e terminou em 0 a 0. Na segunda etapa, o jogo seguia o mesmo padrão do início até que o treinador resolveu colocar Coutinho em campo.

O meia, que havia perdido os primeiros jogos da temporada com o Liverpool, incendiou a partida e foi o principal responsável pela vitória brasileira. Paulinho abriu o placar e o camisa 11 fechou a conta após linda jogada com Gabriel Jesus. O Brasil venceu por 2 a 0 e, de quebra, garantiu o primeiro lugar das Eliminatórias.

COLÔMBIA 1-1 BRASIL (05/09/2017)

(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Diferente de outros jogos, o duelo contra a Colômbia, realizado em Barranquilla foi limpo e sem confusões. Com as duas equipes focadas na marcação, a partida não foi muito vistosa mas Tite garantiu ter aprovado o comportamento da Seleção. Quando o primeiro tempo se encaminhava para o 0 a 0, Fernandinho achou um belo lançamento para Neymar, que deu linda assistência para o golaço de Willian.

Na segunda etapa, no mesmo ritmo da primeira, foi a vez de Falcão Garcia subir mais alto que todo mundo e empatar para os colombianos. A partida também serviu para Tite dar oportunidades para Firmino e Fernandinho, que começaram como titulares. Coutinho entrou no segundo tempo na vaga de Renato Augusto mas não conseguiu se destacar.

 

BOLÍVIA 0-0 BRASIL (05/10/2017)

(Foto: Getty Images)

O Brasil não se sentiu intimidado com a altitude de 3.640 metros de altura em La Paz, teve boa exibição mas esbarrou numa grande partida de Carlos Lampe, goleiro boliviano. Foi um jogo que agradou bastante Tite, o treinador lamentou apenas pelo resultado. Desde o início os brasileiros mostraram que queriam decidir e sofrerem bem pouco atrás. Apenas dois chutes dos bolívianos sairam com real perigo para o goleiro Alisson.

Por outro lado, Gabriel Jesus e Neymar infernizavam a zaga adversária e só não marcaram porque Carlos Lampe conseguiu, talvez, a melhor performance de sua carreira. Depois do apito final, vários torcedores entraram no gramado e o camisa 10 da Seleção fez questão de pedir a camisa ao goleiro, que o impediu de se consagrar naquela noite.

BRASIL 3-0 CHILE (10/10/2017)

(Foto: Getty Images)

Para quem imaginava um Brasil pouco interessado se enganou bastante. Na despedida das Eliminatórias e diante de sua torcida, a Canarinho não se comoveu com o drama do Chile e foi para cima e garantindo uma goleada por 3 a 0 e se despedindo do torneio em grande estilo. E quem mais brilhou foi Gabriel Jesus, "em casa", o camisa 9 marcou duas vezes e terminou o torneio como o artilheiro da Seleção.

Vale ressaltar também a atitude de Neymar, que mesmo disputando com o companheiro a artilharia fez questão de praticamente dar um gol ao camisa 9. A partida também ficará marcada na memória do goleiro Ederson, que fez a sua estreia como titular da Seleção mas acabou trabalhando bem pouco já que o Chile praticamente não assustou a meta brasileira.