Notícias Placares ao vivo
Liga dos Campeões da UEFA

City mostra toda sua força ofensiva contra a Napoli mesmo saindo atrás no marcador

22:15 BRST 01/11/2017
Pep Guardiola Sergio Aguero Manchester City Napoli Champions League
Sané da assistência, Aguero e Sterling marcam e ataque do City volta a mostrar a sua força nesta temporada

O Manchester City continua arrasador na temporada 2017/18. Nesta quarta-feira o torcedor dos citizens tiveram dois motivos para comemorar. Além da vitória por 4 a 2 sobre o Napoli no San Paolo, o time comandado por Pep Guardiola garantiu antecipadamente a sua classificação para as oitavas de final da Champions League.  

Com Gabriel Jesus no banco de reservas, o time inglês contou com uma boa atuação do time todo já que além de Sterling e Aguero, a dupla de zaga composta por Otamendi e Stones também balançaram a rede e ajudaram diretamente na vitória da equipe na Itália.  

Foto: Getty

O destaque do jogo, no entanto, ficou para o atacante argentino Sergio Aguero. Autor do terceiro gol do City, o craque não apenas foi responsável pela retomada da liderança no placar como também alcançou uma marca histórica com a camisa do clube. Com o gol marcado, Aguero se tornou o maior artilheiro da história do Manchester City com 178 tentos marcados.  

Mas não foi apenas o argentino que merece destaque no ataque do time no jogo. Mesmo sem marcar gol, o alemão Sané novamente foi uma ótima opção na ponta esquerda do campo do time de Guardiola. Foi o jovem ponta quem deu o passe para o gol da virada de Stones logo no começo do segundo tempo. O alemão também foi o responsável por puxar o contra-ataque que deu início a jogada do terceiro gol, marcado por Aguero que pegou o rebote do lance para marcar o seu gol histórico.  

No fim, Sterling acabou sacramentando a vitória dos citizens após aproveitar um belo passe de De Bruyne, mostrando a força do ataque do City na temporada. Em quatro partidas disputadas na Champions, o time de Guardiola marcou 12 gols, uma média de três gols por jogo na competição. 

Foto: Getty

A situação é parecida a Premier League, onde o clube também está invicto e tem 29 gols em 10 jogos disputados. Com Gabriel Jesus no banco (entrou apenas nos acréscimos do segundo tempo), o City novamente provou que independente de quem esteja em campo no ataque, o time irá fazer gols e criar chances claras.  

Contra a Napoli a equipe arrematou ao menos 17 vezes a gol, sendo 13 dentro da área e apenas quatro de longa distância. Além disso, os 9 cruzamentos na área durante todo o jogo mostram que o City de Guardiola valoriza muito mais a troca de passes do que os famosos chuveirinhos. Saindo atrás no marcador, o time não se desesperou e usou a qualidade do seu meio-campo e principalmente a velocidade dos seus atacantes para superar a dificuldade e virar o jogo fora de casa.