Cheryshev quer festa da torcida contra a Espanha e afasta pressão da equipe russa

Comentários()
Divulgação Federação Russa
Meia russo espera conseguir ajudar a sua seleção seguir adiante em "jogo da vida" neste domingo

banner Copa 2018

Artilheiro da Rússia  na Copa do Mundo, o meia Denis Cheryshev foi selecionado para conceder entrevista coletiva ao lado do técnico russo, Stanislav Cherchesov. Jogador do Villarreal, o meia respondeu a maioria das perguntas em espanhol, lingua do seu adversário deste domingo.  

 O jogo é tratado como o mais importante da história da seleção, que joga em casa o Mundial. Apesar disso, o meia preferiu afastar a pressão da seleção, afirmando que o momento é de festa no país.  

“Para nós, amanhã tem que ser uma festa, sobretudo para as pessoas. Nós temos que dar os 200%. Vamos da tudo o que temos. E ser responsáveis, mas o time está bem, está tranquilo, está preparado para fazer as coisas bem” disse. 

O jogador de 27 anos começou a Copa na reserva, mas ainda no primeiro tempo do jogo contra a Arábia Saudita entrou em campo e assumiu a titularidade após a lesão de Dzagoev. Com três gols marcados até aqui, Cheryshev espera ajudar a Rússia a se classificar para a próxima fase da Copa.  

Denis CheryshevFoto: Getty

“Espero que a nossa seleção siga adiante. Se eu faço o gol, ficaria feliz. Mas muito mais se a nossa seleção seguir adiante no Mundial. A intenção é ganhar. Espanha tem grandes jogadores, se não for a melhor seleção do mundo, está perto. Eu quero causar dano, claro, quero ajudar meu time, fazer o melhor que eu puder. É verdade que todos os jogadores passam por etapas melhores e outras piores. Mas nós não temos que nos importar com isso e estar centrados no nosso trabalho” finalizou.

Fechar