Técnico do PSG, Unai Emery diz que Neymar "perdeu confiança" contra o Bayern

Comentários()
CHRISTOF STACHE/AFP/Getty
Confira o que jogadores e treinadores disseram após a vitória por 3 a 1 do Bayern de Munique sobre o Paris Saint-Germain!

Apresentando um futebol seguro para segurar as investidas do Paris Saint-Germain no ataque e sabendo utilizar bem o próprio poderio na frente para aproveitar os erros adversários, o Bayern de Munique venceu os franceses por 3 a 1 na última rodada da fase de grupos da Champions League.

No entanto, o triunfo não foi o bastante para garantir a primeira vaga. Por isso, na saída de campo jogadores tanto de um lado quanto do outro falaram em missão cumprida. Confira o principal da repercussão pós-jogo!

PRESIDENTE DO PSG NÃO ECONDE DECEPÇÃO

Nasser Al-Khelaifi PSG 08282014(Foto: Getty Images)

“Estou muito desapontado com o resultado e a qualidade do jogo, especialmente no primeiro tempo. Depois nós fomos melhores, mas não o suficiente”, disse Nasser Al-Khelaifi, o dono do PSG. “Não viemos aqui para levarmos 3 a 1. Estou otimista para o futuro, mas não demos tudo o que pudemos neste jogo”.

MARQUINHOS PEDE MAIS CONCENTRAÇÃO

Titular e com as marcas das disputas no supercílio direito, Marquinhos preferiu ver o lado bom: ter conseguido se classificar em primeiro no Grupo B.  No entanto, pediu mais concentração à equipe.

“O objetivo que tínhamos, conseguimos. Claro que não foi com o resultado que a gente queria”, afirmou para o Esporte Interativo. “Sabemos da força que o Bayern tem em sua casa”, ressaltou o zagueiro.

“Dentro do contexto geral, precisamos estar tranquilos (...) Nosso objetivo principal, conseguimos. Agora é trabalhar para as próximas fases”.

“Olha, a gente sabe que quando o coletivo está forte, as individualidades vão sobressair. Então temos que melhoras nessa parte tática contra essas equipes mais fortes (...) Só frisar mais nisso. Estar bem postado coletivamente, para as individualidade sobressaírem”.

RABIOT REPETE DISCURSO DE MARQUINHOS

"Jogamos muito individualmente, e não tanto como equipe. Quando jogamos em equipe, levamos perigo. Poderíamos ter feito mais gols, mas não fomos tão cirúrgicos".

UNAI EMERY CRITICA NEYMAR

Unai Emery PSG UEFA Champions League(Foto: Getty Images)

"Neymar teve duas grandes oportunidades, mas perdeu a sua confiança. Não fomos bons no primeiro tempo, é verdade que tivemos algumas dúvidas. Mas melhoramos no segundo tempo. Estou 50% satisfeito, 50% triste", avaliou o treinador do PSG, Unai Emery.

"O mais importante foi terminar como líder do grupos. Quando você olha para as nossas performances no grupos, podemos ficar muito satisfeitos. Jogamos em um grupo muito bom, e foi difícil com um time como o Bayern dentro. Essa partida pode se repetir no mata-mata, as duas equipes querem conquistar o título".

ALEMÃO DO PSG, FELIZ... MAS DESAPONTADO

"Tivemos as nossas chances de igualarmos durante os 90 minutos, mas o Bayern mereceu vencer hoje. Estamos felizes de ganhar o grupo, mas desapontados com o resultado", afirmou o meia-atacante Julian Draxler.

HEYNCKES EXALTA JOVENS DO BAYERN

Jupp Heynckes FC Bayern 05122017(Foto: Getty Images)

"Foi um verdadeiro esforço de equipe. Fizemos exatamente o que estava estipulado, e fomos muito espertos taticamente. A exibição de Coman não foi nenhuma surpresa para mim. Ele sempre me dá motivos para escalá-lo. Tolisso continua a provar que é um grande jogador, e uma ameaça efetiva de gol. Ele treinou de maneira absurda nesta semana, e não pensei duas vezes para colocar ele em campo".

Próximo artigo:
Futebol na TV: confira a programação de sábado e domingo, 19 e 20 de janeiro
Próximo artigo:
Corinthians no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
Torcida do Vasco inunda internet de xingamentos a Dedé após vitória sobre o Volta Redonda
Próximo artigo:
Flamengo no Mercado: Quem chega, quem sai e quais as prioridades para 2019?
Próximo artigo:
FIFA 19: Vinícius Junior, Arthur e Militão listados nas Estrelas do Futuro do Ultimate Team
Fechar