Notícias Placares ao vivo
Olympique de Marseille

Cartola diz que comprou árbitro e drogou time do PSG nos anos 1990

12:11 BRT 03/03/2019
Bernard Tapie
Marc Fratani, antigo empregado de Bernard Tapie, ex-presidente do Olympique de Marseille, revelou histórias fortes

Mais de 25 anos depois, a sombra da corrupção reaparece na figura de Bernard Tapie; o presidente que ganhou, sob seu mandato, a única Copa da Europa do Olympique de Marseille.

Em um artigo publicado pelo Le Monde, Marc Fratani, um ex-funcionário de Tapie por 30 anos, acusou o ex-dirigente ter comprado árbitros e ter drogado jogadores adversários durante quase 10 anos, entre o final dos anos 1980 e início dos 90.

Em um dos clássicos da França contra o PSG, Fratani alegou ter subornado o árbitro da partida em uma reunião prévia e detalha como os jogadores da equipe foram drogados.

“Tapie é uma pessoa que não estabelece limites. Para chegar onde queria, ele era capaz de qualquer coisa. Uma vez, participei da compra de um árbitro. Foi uma partida contra o PSG, em Paris. No dia seguinte ao encontro fui ao local que tínhamos combinado. Naquela partida, o rival também foi desestabilizado com o uso de uma droga psicotrópica: haldol. Usando seringas de agulhas ultrafinas, o produto se injetou em garrafas de plástico. Todo o conteúdo consumido pelo rival foi manipulado.", revelou.

Por outro lado, Tapie se defendeu das acusações e negou qualquer ação contra os adversários em entrevista ao diário Le Parisien.

“Têm idiotas que querem acreditar em tudo isso porque será reconfortante e outras que sim, essas terão consciência. Aqueles se darão conta de que isso é um absurdo. Então, se Fratani comprou um árbitro algum dia, deve dar o nome, local e quando isso aconteceu. Não tenho mais comentários para fazer”, disse.