Carro é sorteado para torcedora do Botafogo que não estava no estádio e causa polêmica

Comentários()
Sorteio Botafogo carro 23 09 2019
Vítor Silva/Botafogo/Divulgação
Prêmio seria para esposa do presidente do Conselho Deliberativo do clube, que explicou a situação

O Botafogo perdeu por 2 a 1 para o São Paulo, no último sábado (21), em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas além dos gols marcados dentro do Nilton Santos, um acontecimento causou comoção e constrangimento: um carro sorteado para uma pessoa que sequer estava no estádio.

Acompanhe o melhor do futebol ao vivo ou quando quiser: assine o DAZN e ganhe um mês grátis para experimentar

A promoção é tutelada pela CBF, e tem como objetivo aumentar a presença de público no campeonato. O nome que saiu das urnas no sorteio foi o da esposa do presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, Edson Alves Junior, que não estava no estádio Nilton Santos. Segundo noticiado pelo O Globo, a CBF está verificando a situação, através de uma auditoria contratado para o sorteio.

Quem preencheu o cupom foi o pai de Edson Alves Junior, que sem saber das regras do sorteio – cujo vencedor precisa obrigatoriamente estar dentro do estádio – colocou as informações de sua nora. Apesar da proibição natural que impede a entrega do prêmio, através de uma nota publicada em suas redes sociais, o dirigente alvinegro disse que sua família não tem a intenção de ficar com o carro.

"O que ocorreu: ao chegar no hall dos elevadores onde fica o acesso aos camarotes e tribuna, eu e meu pai (fomos juntos ao jogo) passamos a catraca e a menina da promoção entregou um cupom para cada um. Olhei para o cupom, não quis preencher e dei para meu pai. Ele preencheu o dele e, no outro, pensou em colocar meu filho mais velho, que costuma ir conosco, mas não foi sábado. Acabou achando que por ele ser menor de idade não poderia e, na visão dele, sobrou a nora.

O resto é o que todos sabem. O cupom com o nome de minha esposa acabou sendo sorteado e me vi envolvido nessa polêmica. Esse sorteio foi uma situação nova e isso acabou ocorrendo. Já decidi, em conjunto com minha esposa, que em hipótese alguma ficaremos com o carro. Entendo que o mesmo deva ser direcionado para o clube de alguma forma. Quero reiterar que o Botafogo não teve participação alguma no sorteio. E agradecer pelas várias manifestações de apoio recebidas", diz a nota escrita por Edson Alves Junior.

Fechar