Carlos Queiroz reclama de “VAR obscuro” e amarelo a Cristiano Ronaldo: “não há meios cotovelos”

Comentários()
Julian Finney
Após o empate em 1 a 1 com os portugueses, o treinador do Irã reclamou da arbitragem; entretanto, deixa claro que agora torcerá pelos lusos

banner Copa 2018

Carlos Queiroz não escondeu o orgulho de seus jogadores, após o empate em 1 a 1 que eliminou o Irã da Copa do Mundo. Afinal de contas, os persas brigaram até o fim pela classificação às oitavas de final... e quase conseguiram.

Um lance fatídico foi quando Cristiano Ronaldo se envolveu em disputa com um adversário e tentou acertar uma cotovelada. Após revisão feita pelo árbitro com o VAR, a decisão foi pelo cartão amarelo para o camisa 7. A decisão foi o grande motivo das queixas de Queiroz após o embate.

“Cotovelada é vermelho, está nas regras. Não importa se é Ronaldo ou Messi, está nas regras! É uma questão de atitude e caráter, a decisão tem de ser clara para todos. O VAR é um sistema meio obscuro e vim tentar ver na televisão, dentro do vestiário, a ver o que tinha acontecido”, disse.

ASSISTA: os gols de Irã 1 x 1 Portugal

Cristiano Ronaldo Portugal Irã Copa do Mundo 25 06 2018(Foto: Getty Images)

“Não vou ser simpático com o que aconteceu e isso vai ser mal interpretado por causa do jogador que é. Quando se interrompe um jogo por causa de um cotovelo, ou é um cotovelo ou não é um cotovelo. Não há meios cotovelos. Merecemos respeito", bradou.

GFX Carlos Queiroz

Entretanto, Queiroz agora garante sua torcida pelo sucesso de seu país.

“Admiro bastante Ronaldo e espero que continue a representar Portugal em muitos jogos. Espero que Portugal chegue à final e ganhe o Mundial. Se já era simpatizante estando a competir com Portugal, agora que o Irã está eliminado ganhou mais um torcedor”, completou.

Fechar