Caixa teria pedido que clubes sem contrato não exibam logo do banco

Comentários()
Friedemann Vogel/Getty Images
Apenas dois times dos 24 patrocinados pelo banco estariam com contratos ativos

Maior patrocinadora de clubes do futebol brasileiro, a Caixa Econômica teria optado por retirar a logomarca dos uniformes dos times. Em entrevista ao UOL Esportes, o executivo de marketing de uma das equipes patrocinadas ressaltou que os clubes que ainda não renovaram contrato com o banco teriam que retirar a marca das roupas. Segundo com o portal, a fonte preferiu não ser identificada.

“Diferente do que acontecia antigamente, a Caixa pediu que os clubes retirem o logo das camisas. Em outras negociações de renovação do contrato, os clubes permaneciam com a marca, em sinal de respeito ao acordo que tinha acabado de terminar”, revelou.

Camisas Uniforme Cruzeiro Umbro
(Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Um dos principais motivos para a decisão do banco estaria ligado aos campeonatos estaduais. Com a grande maioria prevista para iniciar no próximo final de semana, apenas duas das 24 equipes estariam com contratos ativos, porém com previsão de término para o final de fevereiro: o Sport e o Botafogo.

Por sua vez, o executivo destacou que a renovação de vínculo com a Caixa segue normalmente: “A direção da Caixa nos pediu uma proposta de renovação e enviamos, como fizemos das outras vezes. Os contratos estão em análise. Por enquanto, é o que sabemos”.

Segundo números da Folha, a Caixa Econômica Federal investiu R$ 191,7 milhões em patrocínio somente na última temporada. Desde 2012, ano no qual o banco iniciou contrato com os times de futebol, a Caixa já teria investido, ao todo, R$ 663,6 milhões. Em 2017, dos 20 times da Série A, 17 contavam com a marca no uniforme.

Fechar