Bundesliga sem cerveja e torcida visitante: como os torcedores estão voltando aos estádios?

Comentários()
Borussia Dortmund Stadion Westfalenstadion Signal-Iduna-Park Signal Iduna Park Stadium 23082013
Getty Images
Com restrições e de caráter experimental, alemães voltam aos estádios apesar da Covid-19

Bola rolando na temporada 2020/21 da Bundesliga. E com ela, o retorno do público limitado nos estádios em meio a pandemia do coronavírus, após cerca de seis meses de jogos com as arquibancadas vazias.

Na última semana, governos estaduais alemães chegaram a um acordo. A medida, de caráter experimental, foi comemorada pelos clubes e torcidas.

Confira as principais informações do retorno do público aos estádios alemães!


BUNDESLIGA: QUAIS AS EXIGÊNCIAS PARA RECEBER PARTE DA TORCIDA?


O acordo prevê diversas restrições para os torcedores. Além do limite de lotação de 20% nos estádios, as bebidas alcoólicas são proibidas.

Além disso, as pessoas precisam se manter a uma distância mínima de 1,5 metro. Torcedores da equipe visitante também não serão permitidos.

Outro detalhe importante: o acesso pode ser proibido em cidades cujo número de novos contágios de Covid-19 seja, no período de uma semana, superior a 35 casos por 100 mil habitantes. O clube que descumprir a ordem será obrigado a jogar com portões fechados na partida seguinte.

Desta forma, o duelo entre o campeão Bayern de Munique e o Schalke 04, na Allianz Arena, ocorreu de portões fechados na última sexta-feira (18), assim como a derrota do Colônia para o Hoffenheim por 3 a 2.

"Isso [permitir a presença de torcida no estádio] mandaria o sinal errado. É amargo para os torcedores e para o clube, tenho consciência disso. Mas a crise ainda não acabou, então precisamos ficar atentos", disse Dieter Reiter, prefeito de Munique.


BUNDESLIGA: QUAL FOI A OCUPAÇÃO NA PRIMEIRA RODADA?


Com exceção de dois jogos da rodada de estreia do Campeão Alemão, neste sábado (19) a bola rolou em mais cinco estádios, sendo dois com capacidade máxima dos 20% do público. No entanto, o fator casa não ajudou as equipes.

Apesar do apoio da torcida, o Werder Bremen foi goleado pelo Hertha Berlin por 4 a 1, e o Union Berlin foi derrotado pelo Augsburg por 3 a 1.

Enquanto isso, o Borussia Dortmund teve aproximadamente 58% da capacidade permitida, e o Stuttgart, que foi derrotado pelo Freiburg por 3 a 2, teve aproximadamente 66% da capacidade atual preenchida.

Já o Frankfurt jogando em casa com 6500 torcedores (63%), empatou com o Arminia Bielefeld por 1 a 1.

Mais artigos abaixo

NO BRASIL, RIO DE JANEIRO DEFENDE RETORNO DA TORCIDA


Após a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro anunciar que aprovou o retorno das torcidas à partir de 4 de outubro, com jogo teste no Estádio do Maracanã entre Flamengo e Athletico-PR, seguindo os protocolos de lotação limitada a 30% da capacidade, o assunto virou polêmica, com o Corinthians ameaçando não entrar em campo caso a presença dos torcedores fosse permitida somente no Rio, afirmando que a equipe só aceita a liberação caso todos os times da Série A tenham a mesma possibilidade.

Desta forma, os clubes aguardam a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que até agora, pouco falou sobre o assunto. A entidade aguarda o posicionamento do Ministério da Saúde antes de tomar qualquer posição sobre a proposta.

 

 

 

Fechar