Bruno Henrique de 9, Pedro: quais os planos do Flamengo se perder Gabigol?

Bruno Henrique Flamengo Vasco Brasileirão 2019
Getty Images
A movimentação no mercado mostra que o time carioca trabalha com Bruno Henrique e Pedro como opções caso o artilheiro não continue na Gávea

O Flamengo começou 2020 agitando o mercado com a confirmação das contratações de Pedro Rocha e Gustavo Henrique e com as negociações abertas com Thiago Maia, Michael e Pedro. Depois de um 2019 histórico, a diretoria sabe que o sarrafo está alto e quer consolidar de vez o poderio financeiro com mais títulos em campo. 

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e teste o serviço por um mês grátis!

Mas nem tudo são maravilhas na Gávea. Se de um lado o canhão está voltado para boas contratações, do outro, o Flamengo ainda espera uma resposta de Gabigol. O empréstimo do camisa 9 se encerrou no dia 31 de dezembro e até o momento ele não definiu onde jogará em 2020. 

O Flamengo colocou na mesa uma proposta de compra junto à Inter de Milão. Os valores giram entre 16 e 18 milhões de euros e quatro anos de contrato para Gabigol. Internamente, a diretoria aposta em poucos interessados para seguir com o atacante.


MAS E SE GABIGOL NÃO ACEITAR?


Artilheiro do Brasil na temporada, Gabigol nunca foi considerado um centroavante de origem por Jorge Jesus, motivo esse que fez o Flamengo tentar a contratação de Balotelli no meio do ano passado. O treinador português ainda espera pelo seu camisa 9, mesmo que Gabigol siga no clube. Por isso, o Rubro-Negro enviou uma proposta por Pedro, da Fiorentina. 

"Tem o Bruno Henrique, o Gabigol, mas não são centroavantes. Eles são, se pudesse classificar, um nove e meio. Eu quero, e isso é fundamental para os objetivos do Flamengo, ter um centroavante", disse Jorge Jesus em agosto do ano passado.

Pedro Fiorentina Serie A 11 09 2019
(Foto: Fiorentina / Divulgação)

Alvo do Flamengo em 2019, Pedro é considerado o centroavante de área que falta ao elenco. O cara que pode fazer o pivô e espera a bola dentro da área para finalizar. O Rubro-Negro deseja contar com o centroavante por empréstimo de um ano com passe fixado. 

Bruno Henrique na área

Bruno Henrique Flamengo Al Hilal Mundial de Clubes 17 12 2019
(Foto: Flamengo / Divulgação)

Com jogadores versáteis no elenco, Jorge Jesus conseguiu utilizar bastante a movimentação e a troca de posições, o que deu ao Rubro-Negro muita força ofensiva em 2019. Principal nome da equipe ao lado de Gabigol, Bruno Henrique pode ser uma opção dentro da área caso o camisa 9 não fique. 

Em vários jogos durante a temporada 2019, Bruno Henrique e Gabigol trocaram de posição e o camisa 27 pisou na área. O bom posicionamento e o jogo áereo são duas características que fizeram com que o atacante se adaptasse muito bem a essa posição e marcasse muitos gols: foram 35. Depois do grande ano, o Flamengo ofereceu uma renovação com bom aumento salarial para o jogador.

Insistência em Michael 

Mais artigos abaixo
Michael Goias Fluminense Maracanã
(Foto: Getty Images / Buda Mendes / Divulgação)

Isso explica um pouco a insistência em Michael. A revelação do Campeonato Brasileiro chamou à atenção de Jorge Jesus e o Flamengo resolveu apostar alto. O time Rubro-Negro vai desembolsar quase 8M de euros para contar com o atacante. A negociação não tem sido fácil, uma vez que o Goiás manteve postura firme e não abre mão de receber 7,5M limpo. Internamente, há expectativa de que os detalhes sejam resolvidos até o final da semana. 

A velocidade e o bom drible de Michael podem ocupar exatamente o espaço de Bruno Henrique, caso o camisa 27 seja adiantado como homem de referência. Num Flamengo onde a troca de posição e a variação tática durante o jogo são constantes, ter um jogador com essas características será fundamental e pode cair como uma luva caso Gabigol não fique no clube. 

Fechar