Briga pela artilharia do Brasileirão: só Claudinho chega sem pressão na última rodada

Quatro jogadores chegam à última com 17 gols, dois deles envolvidos em jogos que valem o título; Gabigol, com 14 tentos, corre por fora

Nesta quinta-feira (25), o campeão brasileiro de 2020 será conhecido. Flamengo e Internacional disputam o troféu na última rodada do campeonato, mas essa não é a única disputa em jogo. Além das posições na tabela de classificação, a briga pela artilharia também promete emoções.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

Quatro jogadores estão com 17 gols após 37 rodadas de Brasileirão. Luciano, do São Paulo, Thiago Galhardo, do Internacional, Claudinho, do Red Bull Bragantino e Marinho, do Santos. Este último já está fora da disputa. O camisa 11 do Alvinegro Praiano testou positivo para a Covid-19 e não joga contra o Bahia.

Dos três que devem entrar em campo na noite desta quinta-feira, Claudinho é o único que chega sem pressão. Já classificado para a Copa Sul-Americana, o Red Bull Bragantino se despede do Brasileirão contra o Grêmio, em Porto Alegre, e será observado pela comissão técnica da seleção brasileira nesta partida.

Autor de diversos golaços, Claudinho foi o grande destaque da campanha de recuperação do Massa Bruta no torneio. Antes ameaçado de rebaixamento, a equipe do interior paulista chegou à sonhar com uma classificação para a Libertadores. O camisa 10 do time foi, inclusive, eleito o melhor jogador de janeiro pela CBF.

Os 17 gols do jogador do Red Bul Bragantino foram marcados em 34 jogos, com média de um tento a cada 162 minutos. Segundo os dados do SofaScore, Claudinho converteu 23% dos chutes que tentou.

Luciano e Thiago Galhardo, no entanto, chegam na última rodada pressionados e em jogos decisivos para os rumos do campeonato. O artilheiro do Inter pode começar o jogo no banco de reservas, como foi na última rodada, e pode ajudar muito o Colocardo na briga pelo título nacional.

Thiago Galhardo Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Mesmo vindo do banco, Galhardo pode fazer a diferença, como fez no jogo contra o Vasco rodadas atrás. O camisa 17, que já foi convocado por Tite na seleção brasileira, é o jogador que precisa de menos tempo em campo para balançar as redes no Brasileirão: um gol a cada 109 minutos.

Mais artigos abaixo

O atacante do São Paulo viveu seus melhores momentos no campeonato quando o time liderou a competição, mas mesmo com a queda de rendimento do time, Luciano ainda balançava as redes. Entre os quatro concorrentes empatos na artilharia do campeonato, o são paulino é quem tem a melhor pontaria, convertendo 33% dos chutes tentados.

Luciano São Paulo Brasileirão 22 11 2020 Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Vale destacar que, mesmo sem chance de título, o duelo contra o Flamengo vale muito para o São Paulo. Além de poder frustar o time carioca, o Tricolor Paulista precisa vencer para se garantir na fase de grupos da Libertadores de 2021 e conta com os gols de Luciano para isso.

Do outro lado deste confronto está Gabigol, com três gols a menos que os demais. No entanto, não é impossível pensar em uma atuação de gala do flamenguista no Morumbi. Ele tem apenas um hat-trick com a camisa rubro-negra, mas se repetir o feito poderá garantir o bicampeonato nacional para o Flamengo e de quebrar aparecer entre os maiores artilheiros da competição.

Fechar