Brasil x México terá 11 remanescentes de final das Olímpiadas de 2012

Comentários()
México, Juegos olímpicos, 2012
Getty Images
Seis anos depois, mexicanos têm sete campeões na Rússia contra quatro brasileiros que ficaram com a prata em Londres

banner Copa 2018

O Brasil leva grande vantagem no retrospecto contra o México em Copas do Mundo. Em quatro jogos, foram três vitórias e um empate, com 11 gols marcados e nenhum sofrido. Em jogos decisivos por outros torneios, porém, a história é diferente. O último deles, aliás, foi doído para o time canarinho. O ano era 2012. As duas seleções se enfrentaram no Anfield, em Londres, pela final das Olímpiadas de 2012. E a La Tri foi quem levou a melhor: triunfo por 2 a 1, que adiou por mais quatro anos o inédito ouro da modalidade, que viria a ser conquistado no Rio de Janeiro, em 2016.

Agora, seis anos e três encontros depois, Brasil e México se enfrentam nesta segunda-feira (2), às 11h (de Brasília), em Samara, pelas oitavas de final do Mundial da Rússia.

Sete campeões olímpicos do time que entrou para a história do México estão na Rússia. O volante Héctor Herrera é o único que vem sendo titular do time comandado por Juan Carlos Osorio. Oribe Peralta, que marcou os dois gols mexicanos na decisão, além de Giovani do Santos, Raúl Jiménez, e Marco Fabián já jogaram alguns minutos do Mundial. Já o goleiro Jesús Corona e o meia Javier Aquino ainda não saíram do banco.

Do lado brasileiro, são menos remanescentes, mas três deles seguem na equipe titular: o zagueiro Thiago Silva, o lateral-esquerdo Marcelo e o atacante Neymar, sendo que os dois primeiros atuaram nas vagas disponibilizadas aos maiores de 23 anos. Por fim, Danilo, que começou o Mundial como titular, mas acabou perdendo vaga por lesão, era reserva na decisão.

Raúl Alonso Jiménez Londres 2012 México Brasil Final
(Foto: Getty Images)

Fechar