Bonucci revive clássico local e volta a ter família dividida entre Juventus e Torino

Comentários()
Reprodução/Instagram
Enquanto Leonardo Bonucci, zagueiro consagrado, é um símbolo da Juve, o seu filho de apenas seis anos é fanático e joga pelo arquirrival

A maior influência na hora de uma criança escolher o seu time de futebol está, na maioria das vezes, nos adultos que participam de sua criação: pai, mãe, tios e tias, avôs ou avós e por aí vai. Evidentemente, isso não é uma ciência exata, e neste grupo de exceções um dos casos mais curiosos é o da família Bonucci: o pai é zagueiro da Juventus e já conquistou 12 taças pelo clube; o filho mais velho, de apenas seis anos, é um fervoroso ‘tiffosi’ do Torino, arquirrival que levantou seu último grande título em 1993. O duelo entre Torino e Juventus, o primeiro desde a volta de Bonucci à "Velha Senhora" após um ano no Milan, será transmitido AO VIVO e DE GRAÇA pelas redes sociais do DAZN e aqui na Goal.com

Considerando atletas dos principais centros do futebol mundial, é o “Derby em família” mais famoso do mundo. E que passa uma lição importante sobre respeito, esportividade, bom-humor e, sobretudo, amor. Lorenzo Bonucci nasceu em 2012, ano em que o seu pai, Leonardo, conquistava pela primeira vez a Serie A italiana como titular absoluto com as cores da Juventus, que desde então emplacou um domínio doméstico jamais visto (está em busca do oitavo Scudetto consecutivo).

A paixão de Lorenzo pelo Torino, um gigante adormecido do futebol italiano, nasceu dentro da escola, por influência de um amigo, e ficou mundialmente famosa em 2017. Foi quando Leonardo Bonucci, então já um defensor consagrado da Juve e seleção italiana, o levou para o Estádio Olímpico para o jogo entre o Toro e a Sampdoria. Lorenzo tinha quatro anos e viu o clube de seu coração ficar no empate por 1 a 1, enquanto o pai brincou nas redes sociais: “a estudar o próximo adversário” (utilizando a hashtag #derbyincasabonucci).

Apesar da disparidade de forças, não se engane: o chamado “Derby dela Mole” é um dos clássicos mais tensos do futebol italiano. Mesmo assim, Leonardo Bonucci nunca transformou em tabu a escolha do primogênito. Tampouco fez segredo da escolha de Lorenzo. Sempre levou o assunto com a leveza que ele deveria ter.  E tudo isso está registrado. A comemoração do título italiano conquistado pela Juve em 2017 é um dos maiores exemplos.

Seguindo a tradição, os familiares dos jogadores entraram em campo vestindo o uniforme do clube. Matteo, o segundo filho de Leonardo e torcedor da Juve, era só alegria; Lorenzo não escondeu o descontentamento em vestir a camisa alvinegra. Cabisbaixo, sério e com uma segurança incrível, mostrou-se fiel ao seu coração. A imagem rodou o mundo, mas o papai Bonucci não demoraria a recompensar o ‘sacrifício’ do filhão: pouco depois, organizou um encontro com Andrea Belotti, artilheiro do Torino e ídolo maior de Lorenzo, e registrou a cena nas redes sociais.

“Nesta noite eu me diverti, ao contrário do que aconteceu na festa pelo Scudetto”, escreveu Leonardo Bonucci, como se fosse o próprio filho, na foto em que Lorenzo aparecia com o ídolo Belotti. Na temporada passada, 2017-18, quando trocou a Juve pelo Milan por apenas uma temporada, o zagueiro levou o atacante do Torino para dar um beijo no primogênito durante uma partida. Atitudes raras e admiráveis que em tempos de redes sociais e inúmeras transmissões, felizmente, ficam registradas.

De volta à Juventus, Bonucci alterna a sua ida para os treinos com a feliz obrigação de levar o filho mais velho para jogar pelo Torino. Sim, Lorenzo recentemente fez um teste e hoje atua pela categoria ‘sub-7’ do Toro. Inclusive fez um gol. É como se conseguisse uma revanche: se o pai o fez vestir a camisa da Juve, hoje ele faz o zagueirão torcer pelo seu sucesso com a camisa do Torino. É a oficialização do “Derby em família”.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Piccoli Esempi. Il calcio é divertimento. #derby #felicitá #bambini

Uma publicação compartilhada por Leonardo Bonucci (@bonuccileo19) em

Infelizmente, alguns (poucos) torcedores menos evoluídos não gostam desta história. Após uma das várias fotos que Leonardo postou de seus filhos, no ‘Stories’ do seu Instagram, um troll da internet respondeu desejando a morte das duas crianças. A bizarrice fica ainda mais pesada se levarmos em consideração que Matteo, o mais novo e torcedor da Juve, lutou contra uma doença grave. Mas a resposta de Bonucci foi digna de seus maiores desarmes (algo que o jogador de 31 anos faz com maestria).

Leonardo Bonucci Juventus 2018-19(Foto: Getty Images)

“Talvez um dia nós possamos viver em um mundo melhor”, escreveu em resposta. “Por enquanto, quero manter minhas crianças longe deste, habitado por estas pessoas. Este de violência nos gestos, palavras e pensamentos”.

Certeiro.

Neste sábado (15), Leonardo Bonucci vai enfrentar o Torino pela 12ª vez em sua carreira. O jogo terá transmissão gratuita nas redes sociais do DAZN e aqui na Goal. Não será apenas a chance de ver um dos maiores clássicos da Itália: é a chance de ver mais um capítulo no duelo admirável entre um pai contra o maior ídolo de seu filho. Tudo isso em um clima de respeito que é uma lição para todos nós.


Curiosidades do confronto

  • Torino venceu apenas um dos últimos 40 jogos contra a Juventus na Serie A italiana (13E, 26D): um triunfo por 2 a 1 em abril de 2015.
  • O Torino não fez gol após as últimas 29 finalizações no certame, o maior do momento.
  • A Juventus sofreu menos gols (8), e levou o menor número de finalizações totais (141) e a gol (43) entre todas as equipes italianas em 2018.

Fechar