Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Bastidores do retorno: Cuca fica constrangido, se perde e é observado por Mattos

09:40 BRT 10/05/2017
galiotte cuca leila pereira palmeiras 09 05 17
Academia de Futebol do Palmeiras teve uma tarde agitada com entrevista coletiva concorrida e treino agitado

A terça-feira (9) foi um dia totalmente atípico na Academia de Futebol do Palmeiras: o retorno de Cuca fez com que o local estivesse muito agitado e proporcionou algumas cenas diferentes e curiosas.

Antes da entrevista coletiva, a sala de imprensa já mostrave que aquele dia era especial, pois há muito tempo ela não ficava tão lotada, com dezenas de jornalistas, câmeras e fotógrafos. O ar condicionado ficou ligado, mas a sala virou quase uma sauna. E ainda houve um pequeno atraso na chegada de Cuca ao local.

Quando apareceu, o técnico ficou acompanhado do presidente Mauricio Galiotte na mesa. Diretor de futebol, Alexandre Mattos também estava lá. Mas uma presença da diretoria pareceu causar estranhamento em Cuca: Leila Pereira, dona da Crefisa, principal patrocinado do clube, estava sentada na primeira fileira e foi chamada quando o presidente reapresentou o técnico. Ela deu uma camiseta ao técnico, que parecia pouco à vontade e até constrangido com a situação.

Depois que ganhou a nova camiseta do Palmeiras, personalizada com seu nome e o número 8 (que ele usou quando jogou no Palmeiras, em 1992), Cuca deu a entrevista coletiva. Falou sobre temas espinhosos, como a pressão sobre Eduardo Baptista, brigas antigas e possíveias reforços. Em alguns momentos pareceu sério demais, mas também fez algumas brincadeiras, como o comentário sobre a famosa calça vinho da sorte: "ficou para o Palmeiras, o pessoal me pediu, deixei lá. Trezentos e cinquenta paus". 

Cerca de duas horas após o encerramento da entrevista coletiva, Cuca voltou ao comando de um treino do Palmeiras. Mas primeiro ele pareceu se perder no Centro de Treinamento. Ao tentar acessar o gramado, ele iniciou um caminho errado, que levava para a sala de imprensa. Foi então corrigido por assessores do clube e deu risada da situação. O técnico foi o última a chegar, quando os jogadores já faziam um aquecimento com bola. Ele se benzeu, como sempre, e foi para o trabalho.

Depois Cuca dividiu o elenco em três times de nove jogadores e fez confrontos entre eles durante cerca de 1h30. Foi quando ele assumiu o papel de juiz e acompanhou de perto os desempenhos dos jogadores. Não deu muitas orientações, provavelmente porque ainda está na fase de avaliação do elenco.

Durante o treino, Alexandre Mattos apareceu em campo. A presença dele em não é muito comum, então chamou atenção. O diretor de futebol ficou até o final das atividades e inclusive conversou com Cuca após o encerramento. 


VEJA TAMBÉM:


Antes de sair de campo, o técnico ainda parou para conversar amenidades com os jornalistas que acompanham o dia a dia do Palmeiras. Cuca mantém uma bola relação com eles e, desde a primeira passagem, costuma parar para bater papos informais assim.

Agora a tendência é que os treinos de Cuca passem a ser mais comuns. E ele já começou a pegar pesado: nesta quarta-feira (10), agendou atividades em dois períodos, um de manhã e outro à tarde. A imprensa só poderá acompanhar o primeiro e depois o técnico terá privacidade para preparar suas tradicionais jogadas ensaiadas e esquemas táticos versáteis. Enfim, tudo voltará à normalidade semelhante a 2016.