Barcelona trabalha em um contrato vitalício para Lionel Messi

Comentários()
Getty Images
Embora seu contrato é válido até 2021, o clube catalão já trabalha em um vínculo vitalício com o craque

O Barcelona reconsiderou o futuro de Leo Messi. Embora tenha renovado até 2021, como anunciado em 5 de julho, Òscar Grau já contou aos membros da Assembléia Geral Ordinária de 21 de outubro que "Messi terá um contrato vitalício".

E a cúpula já está trabalhando no tema, se inspirando em Andrés Iniesta, que em 6 de outubro assinou o primeiro contrato vitalício na história da entidade. Como no caso do capitão, eles confiam plenamente na decisão do craque argentino.

O acordo será cumprido

O contrato atual é assinado por seu pai e ninguém jamais o questionou. Sua atitude e compromisso não só não diminuíram, como também teve um brilhante início de temporada.

A saída de Neymar

Lionel Messi Neymar Barcelona
Foto: Getty Images

Hoje em dia, qualquer craque pode ir. Há dinheiro no mercado para tal loucura. Neymar não terminou de se identificar com o clube e com o Barcelona e desembarcou em Paris. Vários grandes clubes já haviam tentado com o Messi. Sem sucesso

O compromisso de Leo

Ele nunca quis ouvir ofertas. Nunca duvidou. Sempre se postou como o melhor do mundo, embora ele poderia cobrar mais em outro clube por temporada. Foram dois anos sem cobrar o aumento porque o Barça precisava se reforçar financeiramente. Seu desempenho é insuperável na história do Barça e do futebol mundial. Não existe outro como ele.

A fórmula de Iniesta

FC Barcelona Andres Iniesta 02032013
Foto: Getty Images

Existe uma satisfação geral por conta da solução encontrada para o futuro de Iniesta, que deixou o Barcelona feliz e agora deixa nas mãos do bom senso, o tempo e o custo de sua aposentadoria, sem conflitos. Algo parecido foi feito com Puyol, mas agora foi melhorado.

Prêmio e reconhecimento

Sem dúvida, o fim de Messi no Barça não pode ser um contrato comercial. Deve ocorrer em um ambiente emocional tão indolor quanto possível para ele e para o Barcelona. O contrato atual, assinado até 2021, não cobre esse requisito.

Messi também deve ser reconhecido pelo que ele não fez: sair como Neymar ou ao menos ser tentado. No entanto, essa lealdade está lá e o clube acredita e agora é tratar de ser reconhecido. Como? Preparando uma oferta vitalícia para a vida,
 

Fechar