Barcelona e Roma nunca se enfrentaram no mata-mata da Champions

Comentários()
Getty Images
Todos os jogos entre essas duas equipes pela UCL foram na fase de grupos e os números mostram equilíbrio

O sorteio das quartas de finais da Champions League realizado nessa sexta (16) colocou frente a frente duas equipes de muita tradição, mas que nunca se enfrentaram na fase eliminatória do torneio. Barcelona e Roma já jogaram quatro vezes na competição, mas sempre na fase de grupos. O retrospecto do duelo é equilibrado, e conta com uma vitória do Barça e uma da Roma. Soma-se a isso dois empates.

O primeiro encontro entre os dois clubes se deu em 2002. A partida acabou empatada por 1 a 1, no confronto no Camp Nou, com Kluivert e Panucci balançando as redes pelos catalães e italianos, respectivamente. No segundo jogo da chave, grande vitória por 3 a 0 dos romanos, gols de Emerson, Montella e Tommasi.


Messi Florenzi Roma Barcelona Champions League(Foto: Getty Images)

Mais recentemente, as duas equipes voltaram a se enfrentar na temporada 2015/16, empatando no primeiro duelo em 1 a 1, no Olímpico de Roma. A disputa é lembrada pelo golaço marcado por Florenzi, quase do meio campo - Suárez marcou para os culés. Além disso, Nainggolan deu uma entrada em Rafinha que o tirou de combate pelo resto da temporada. O jogo da volta reservou uma goleada histórica dos catalães, 6 a 1, com gols de Suárez (2), Messi (2), Piqué e Adriano. Dzeko descontou para a Roma.

As datas dos confrontos das quartas já foram definidas. No dia 04 de abril, o Barça recebe a Roma no Camp Nou. A volta acontece na Itália, no dia 10 de abril.

Próximo artigo:
Guardiola manda recado para Otamendi: "Não quero jogador insatisfeito no City"
Próximo artigo:
Balotelli é oficializado no Olympique de Marseille
Próximo artigo:
Buscas por avião que transportava Sala são retomadas; siga as notícias em tempo real
Próximo artigo:
Felipe vibra com classificação sobre o Benfica e mira terceiro título pelo Porto
Próximo artigo:
Inter se aproxima de renovação com Icardi, que vai receber R$ 30 milhões por ano
Fechar