Barcelona diz que valores não coincidem com Bolsonaro, mas respeita posição de Ronaldinho

Comentários()
PAU BARRENA/AFP/Getty
Embaixadores do clube, Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo anunciaram apoio ao candidato do PSL à presidência do Brasil

Dois dos maiores astros da história do Barcelona, Ronaldinho e Rivaldo decidiram anunciar apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência do Brasil. O clube catalão não concorda com o posicionamento político da dupla, mas não deve se afastar dos embaixadores internacionais da equipe, ao menos por enquanto.

Nesta terça-feira (16), o jornal Sport informou que o Barça pretendia afastar Ronaldinho de eventos relacionados ao universo blaugrana, assim como evitar se relacionar com a imagem de Rivaldo. Nesta tarde, os catalães admitiram que discordam da decisão dos ex-atletas, mas afirmaram que respeitarão a liberdade deles se expressarem.

"Nossos valores democráticos não coincidem com as palavras que temos escutado deste candidato. Entretanto, respeitamos a liberdade de expressão, inclusive as palavras de Ronaldinho", comunicou o porta-voz Josep Vives.

"No momento não tomamos medida alguma a respeito, mas veremos mais adiante", informou. 

O Barcelona tem um histórico de manter relações com ídolos apesar de posturas discordantes ou de ações que sejam contra as tradições do time. O museu do clube segue com o nome do ex-presidente Josep Lluís Núñez, que foi condenado por fraude fiscal. Além disso, a camisa 7 do ex-jogador de handebol Iñaki Urdangarín - que é casado com a irmã do Rei Felipe VI - continua no Palau Blaugrana, mesmo com condenação por fraude fiscal e desvio de fundos públicos.

Fechar