Barcelona cumpre cláusula contratual e mantém retorno de Paulinho para futebol chinês cercado de mistério

Comentários()
Getty Images
O clube catalão alega cumprir uma "cláusula de confidencialidade", e não revela maiores detalhes sobre os valores da saída de Paulinho

Paulinho Bezerra é protagonista de uma transferência misteriosa do Barcelona ao Guangzhou.

O jogador brasileiro chegou ao clube chinês em 2017, por 40 milhões de euros (cerca de R$ 170 milhões), após os catalães não conseguirem reduzir as reivindicações que os asiáticos pediam nos quase três meses de negociações. Ele acabou retornando à China por empréstimo, com a opção de compra de 50 milhões de euros.

O Barcelona confirmou já ter recebido o pagamento do Guangzhou, mas que não poderia ou não queria dar números para a transferência, segundo afirmou o porta-voz Josep Vives em conferência de imprensa.

O portal espanhol La Vanguardia apontou o time chinês exerceu a opção de compra, e transferiu cerca de 42 milhões de euros (cerca de R$ 178,5 milhões) no dia 2 de janeiro ao Barça.

“Gostaríamos de explicar publicamente os detalhes de uma operação tão benéfica como esta, mas não podemos, pois estamos sujeitos a uma cláusula de confidencialidade com o clube chinês”, alegou Vives.

“O acordo é ótimo, bom para o jogador e para o clube chinês, e muito bom para o Barcelona”, acrescentou. Para o clube catalão, o caso de Paulinho é uma questão fechada, embora não tenham tirado a dúvida de quanto receberam por sua saída.

Fechar