Barcelona convida presidente do PSG para testemunhar no caso Neymar

Comentários()
Gettyimages
Jogador teria indicado vontade de retornar aos catalães mas se recusa a retirar processo no qual deseja obter dinheiro que clube não pagou

De acordo com informações do jornal El Mundo, Neymar e Barcelona se enfrentam na justiça por 30 milhões de euros (cerca de R$ 128 milhões) que o clube catalão teria congelado por conta da renovação contratual que o atacante assinou em outubro de 2016 e acabou não cumprindo por conta da transferência ao PSG. Os dois lados terão que se apresentar ao tribunal no dia 31 deste mês.

O pai do jogador teria conversado com a diretoria dos catalães para analisar a possibilidade do retorno do camisa 10 ao time Blaugrana, mas não abre mão do dinheiro que a equipe deve ao brasileiro. A equipe, por sua vez, não pretende liberar o dinheiro enquanto o caso ainda estiver em juízo.

GFX Neymar 11012019

Como parte do julgamento, o Barça pediu a presença do presidente do PSG, Nasser Al-Khelaifi, como testemunha do caso, além do contrato que o atleta assinou com os parisienses.

Neymar pede os 30 milhões como parte dos 63 milhões de euros (em torno de R$ 269 milhões) combinados entre as partes como bônus de renovação, enquanto a agremiação pede que o jogador devolva os 63 milhões de maneira integral, além de 9 milhões de euros (por volta de R$ 38 milhões) por danos morais e cobertura de prejuízos do processo.

Próximo artigo:
Corinthians anuncia novo patrocinador, agora para a barra traseira da camisa
Próximo artigo:
Para Rooney, Pochettino é a escolha certa para o Manchester United
Próximo artigo:
Genoa x AC Milan AO VIVO e DE GRAÇA! Assista aqui com DAZN e Goal
Próximo artigo:
PSG x Guingamp AO VIVO e DE GRAÇA! Assista aqui com DAZN e Goal
Próximo artigo:
Liverpool renova com Alexander-Arnold por mais cinco anos
Fechar