Multa para Malcom deixar Barcelona é entre as mais baixas do elenco

Comentários()
Getty Images
Taxa de transferência do contrato de Malcom é parecida com a de alguns jogadores revelados da base

De olho no mercado de transferências, o Barcelona coloca preços altos em jogadores para evitar grandes perdas. A política, no entanto, não é seguida para todos no elenco.

Ao ser anunciado como reforço dos blaugranas até 2023, o meia Malcom assinou contrato no qual a multa rescisória é de 180 milhões de euros (cerca de R$ 780 milhões), após pagar 41 milhões de euros (em torno de R$ 170 milhões) ao Bordeaux, da França.

A taxa de transferência colocada no contrato do brasileiro é relativamente baixa, ao comparar com outros jogadores da equipe.

Arthur, que chegou do Grêmio também nesta janela, apesar de ter sido adquirido meses antes, possui valor fixado em 400 milhões de euros (por volta de R$ 1,7 bilhão). O preço é o mesmo para Philippe Coutinho e Ousmane Dembélé.

Entre os que renovaram contrato, o atacante Lionel Messi é o "mais caro" do Barça. Para tirar o camisa 10 do time, o interessado terá que desembolsar 700 milhões de euros (aproximadamente R$ 3 bilhões).

Abel Ruiz, atacante formado em La Masia, é um dos "mais baratos", com o preço estimado em 100 milhões de euros (ao redor de R$ 434 milhões). A intenção do time, é evitar outra saída de um jogador importante, como no caso Neymar.

Fechar