Atacante do Blackpool declara ser homossexual: 'Quero ser um exemplo'

Jake Daniels BlackpoolSky Sports

Pela primeira vez desde 1990, o Reino Unido viu um atleta profissional em atividade no futebol assumir ser homossexual. Depois de Justin Fashanu, foi a vez de Jake Daniels, jovem atacante do Blackpool abrir sua sexualidade para o mundo divulgando uma carta aberta no site do clube da Championship.

O atacante de 17 anos disse que tirou um peso de seus ombros ao assumir sua sexualidade, uma vez que sentia a necessidade de escondê-la para se encaixar. Agora, ele pretende ser um exemplo para que outros se sintam confortáveis e façam o mesmo.

Futebol ao vivo ou quando quiser? Clique aqui e teste o DAZN grátis por um mês!

"Essa temporada vem sendo fantástica para mim em campo. Fiz minha estreia pela equipe adulta, anotei 30 gols na base, assinei meu primeiro contrato profissional e dividi meu sucesso com meus colegas, com quem fiz grande campanha na FA Cup de jovens e com quem venci o título da Lancashire FA Pro-Youth Cup. Mas, fora de campo, eu venho escondendo o verdadeiro 'eu' e quem eu sou de verdade. Eu soube durante a minha vida toda que sou gay, e agora estou pronto para assumir isso e ser eu mesmo", escreveu o atacante.

"Eu odeio que tive que mentir durante toda a minha vida por sentir necessidade de me encaixar. Quero ser um exemplo agora fazendo isso. Há outras pessoas pelo mundo que vivem uma situação parecida com a minha e não se sentem confortáveis em revelarem sua sexualidade. Só quero dizer a eles que vocês não precisam mudar quem vocês são, ou a maneira como vocês agem, para se encaixarem. Você ser você mesmo, e ser feliz assim, é o que mais importa", completou.

Mesmo confortável com sua decisão, Daniels, em entrevista à Sky Sports, disse que está ciente de que vai receber reações negativas, mas também garantiu estar preparado para isso.

Mais artigos abaixo

"É claro que sei que haverá reação a essa notícia e que acontecerão manifestações homofóbicas, tanto nos estádios quanto nas mídias sociais. É um alvo fácil para as pessoas", disse. "A maneira que vejo isso é simples: eu estou jogando futebol e eles estão me xingando, mas estão pagando para me assistir jogando futebol e eu estou vivendo minha vida e ganhando dinheiro com isso. Então podem gritar o que quiserem, para mim não faz diferença".

E, enquanto vê a possibilidade de reação negativa vindo dos outros, Daniels também disse que sua mãe, irmã e família, bem como os seus companheiros de equipe, estão lidando bem com sua sexualidade.

"No dia seguinte que eu contei para elas [mãe e irmã] , jogamos contra o Accrington [pelo campeonato sub-18] e eu fiz quatro gols. Só isso mostra o tamanho do peso que tirei dos meus ombros e o enorme alívio que foi", contou. "Todos no Blackpool também estão sendo maravilhosos. Estou diariamente com eles e é um ambiente em que me sinto muito seguro. Meus colegas de equipe me deram total apoio. Todos estão me fazendo várias perguntas e a reação deles vem sendo fantástica. Eu não poderia ter pedido nada melhor do que isso".