Às vésperas da Copa do Mundo, Tite deixa em aberto time titular e incentiva briga por posição

Comentários()
Pedro Martins / MoWA Press
Com atitudes e palavras, comandante deixou claro que nada está definido e acirrou disputa na Canarinho

O time titular da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo ainda não está definido e Tite deixou isso bem claro nesta semana de Chevrolet Brasil Global Tour. No primeiro jogo contra a Rússia, ele surpreendeu ao colocar Thiago Silva em campo, diante da Alemanha será a vez de Fernandinho ganhar uma grande oportunidade.

As mexidas de Tite não só fazem parte das observações do treinador como também daquilo que ele entende como coerência, para explicar a titularidade de Thiago Silva, por exemplo, o comandante afirmou que o jogador vinha disputando mais jogos que Marquinhos, que estava lesionado e perdeu várias partidas no PSG.

No setor ofensivo, Willian, que vive grande fase no Chelsea, voltou ao time titular, lógico que o treinador teve a vida "facilitada" para escalar o atacante por conta da ausência de Neymar.

Willian Brasil x Rússia
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

No entanto, Tite fez questão de destacar que Willian vive grande fase e hoje atravessa melhor momento que Renato Augusto, quem acabou indo para o banco de reservas. Contra a Alemannha, o camisa 8 seguirá como opção, já que o treinador vai colocar Fernandinho em campo. 

Na entrevista coletiva desta terça-feira(26), Tite deixou em aberto a briga por vaga no time titular e citou até as posições em que a concorrência está em nível levadíssimo. No gol, ele apontou o crescimento de Ederson, como pressão em Alisson, que é outro que atravessa um grande momento na carreira.

Na zaga, ele também deixou em aberto, deixando claro que Miranda e Marquinhos, dupla que nos acostumamos a ver nas Eliminatórias desde que ele assumiu, pode ser modificada. Quem ganha com isso é Thiago Silva, que vive o sonho de voltar a disputar a Copa do Mundo como titualr da Seleção. 

Thiago Silva Brasil x Austrália 13 06 17
(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

"Há disputas dentro da equipe. Ederson está crescendo muito e botando pressão em alto nível com Alisson. O terceiro está aberto. Os três zagueiros, um é melhor do que o outro. Marquinhos, Thiago e Miranda. Há uma briga por titularidade e um fio de cabelo pode determinar. Fernandinho no setor de meio-campo como um articulador, construtor, porque tem características para tal, vai competir com Paulinho, que compete com Casemiro, com Coutinho por dentro. Willian com Coutinho e Neymar, botando pressão".

Por vaga na Copa, o treinador também esclareceu que os jogadores que tiveram poucos ou até minuto nenhum em campo com a camisa da Seleção têm chances de faturar uma vaga entre os 23 convocados para o Mundial da Rússia.

Mais artigos abaixo

"Com certeza alguns jogadores irão à Copa com pouca minutagem. Até porque, encerrado o jogo contra a Alemanha, as observações vão continuar. Fizemos uma equipe para classificar, outra para crescer nos amistosos, e agora estamos nesse processo".

A Seleção entra em campo nesta terça-feira(27), diante da Alemanha. A partida é válida pelo duelo Chevrolet Brasil Global Tour e faz parte da preparação brasileira para a Copa do Mundo da Rússia. 

Próximo artigo:
"Não estava sabendo da situação financeira do Santos", diz Sampaoli, incomodado no cargo
Próximo artigo:
Semifinais da Copa da Liga Inglesa: como e quando assistir
Próximo artigo:
Atlético se acerta com Morata, mas precisa abrir espaço no elenco; Impasse atrasa Higuain no Chelsea
Próximo artigo:
Agente de Militão confirma negociação com Real Madrid, mas descarta saída em janeiro
Próximo artigo:
Willian diz que não recebeu proposta formal do Barcelona e opina sobre caso Bielsa: "Um pouco antiético"
Fechar