Notícias Placares ao vivo
Brasil

As curiosidades e as coisas mais estranhas da Rússia, sede da Copa do Mundo 2018

11:22 BRT 22/03/2018
Moscow Red Square
País é conhecido pelo frio extremo e pouca facilidade de comunicação do povo, mas tem seus encantos e pode ser uma grande experiência para brasileiros

Do Brasil para a Rússia, a Copa do Mundo teve o bastão passado de um país conhecido pelo calor de seu povo e clima para outro com fama oposta. Frio e frieza, são as palavras normalmente usadas para descrever a terra da vodka, mas apesar de uma primeira impressão complicada, a sede do Mundial de 2018 pode ser bastante interessante para quem deseja conhecer e se aventurar. 

Ainda não é possível sentir o clima de Copa do Mundo, nem mesmo do duelo Brasil Global Tour que acontece nesta sexta-feira(23) entre os donos da casa e a Seleção pentacampeã, mas o país está se preparando e isso é bastante notório. Obras, construções e placas e algumas placas em inglês são os principais fatores desta preparação.

No entanto, os russos ainda pecam bastante na comunicação, a maior dificuldade fica por conta da língua, já  que no país é difícil encontrar pessoas que falem inglês, mais complicado ainda alguém que tenha fluência. Por isso, se você vier para o Mundial, se prepare para fazer muita mímica e ter bastante paciência. 

Nem mesmo em bares, restaurantes, táxis e lugares essenciais para turistas é possível encontrar pessoas que tenham fluência no idioma, se for alguém mais velho então, aí mesmo que não rola, no entanto, os mais jovens além de se arriscar a falar, são muito mais abertos e receptivos.

Os mais velhos, dificilmente se abrem para trocar palavras ou tentar se comunicar através da mímica, na maioria das vezes nem mesmo um "dobre noche", boa noite em português, pode ser ouvido. Mas tudo isso tem uma explicação, não pensem que é um povo mal educado ou grosso como muitas pessoas cismam em dizer. Aqui na Rússia, não cumprimentar ou tentar qualquer tipo de contato com alguém é sinal de respeito.

"Não tem a ver com idade, mas com característica pessoal. A gente não tem a cultura de falar com estrangeiro, para a gente é falta de educação falar com a pessoa estranha, mas se a pessoa gostou muito de você e se ela gosta de se comunicar, mas é característica da pessoa, não do povo. Ao mesmo tempo as pessoas sempre estão sérias no trabalho e não é por falta de vontade de falar ou por estarem mal humorados, é porque a nossa atitude no trabalho tem que ser séria. Eu sempre explico para todos os meus turistas, quando a gente não sorri não é porque não gostamos mas sim porque a atitude neutra é sem sorriso", disse Maria, tradutora e guia turística russa.

O povo russo é recheado de curiosidades e costumes bem diferentes dos nossos, quando você entra em restaurantes por exemplo, é proíbido de ficar com seu casaco. Logo na chegada você é parado por uma pessoa que exige que você tire a peça, algo que pode parecer estranho num primeiro momento, mas também tem uma boa explicação.

 

⛄️⛄️⛄️ #BGTInMoscow

A post shared by Brasil Global tour (@brasilglobaltour) on Mar 19, 2018 at 11:54pm PDT

"Porque casaco é roupa de rua, você não lava casaco todos os dias como você lava camiseta, ou uma roupa que você usa embaixo, tem muitos micróbios, é anti-higienico, num restaurante onde todo mundo como é falta de respeito para outras pessoas que estão comendo, onde tem comida não pode ter coisa suja".

Além disso, os russos são bastante desconfiados, em qualquer lugar que você entre tem um detector de metais e você vai precisar passar por eles, caso apite você será revistado. Os jornalistas também sofrem bastante, na Praça Vermelha, por exemplo, um dos lugares mais especiais para os russos, filmar nem pensar, é necessário uma autorização do presidente, caso contrário você certamente será impedido de fazer seu trabalho. 

 

Canarinho!

A post shared by Brasil Global tour (@brasilglobaltour) on Mar 21, 2018 at 1:32am PDT

Uma boa dica é jamais usar taxis, as tarifas são muito altas e uma corrida curta pode custar muito caro, uber é bem barato e funciona bem, vale a pena. Outro tipo de transporte que funciona bastante é o metrô, com várias estações, ele atende muito bem toda a cidade, pelo menos em Moscou. Evite as pessoas que andam pelas ruas fantasiadas te chamando para tirar fotos, eles tiram fotos e em seguida te cobram por elas. 


(Foto: Getty Images)

Outro fato bastante curioso é que existem vários times russos, alguns grandes como o Spartak, CSKA, mas é normal que os torcedores dessem clubes também torçam por outros times da Europa como Barcelona, Real Madrid, Liverpool, Manchester United. São os quatro mais populares do país e arrastam uma grande legião de fãs. 

A comida é um ponto bastante positivo, ainda que normalmente venha pouca coisa no prato, por isso, escolha bem onde sentar para fazer suas refeições. Entretanto, há uma grande gama de opções desde comidas típicas há culinárias francesas, italianas, portuguesas e até americana com bastante fast food como MC Donalds e KFC.

O fato do país ter uma cultura bastante diferente do Brasil, pode ser bastante interessante para quem vai curtir o Mundial, não só assistir aos jogos de futebol mas viver uma experiência única.