Arthur se recupera bem e pode até ser liberado para treinos do Brasil

Comentários()
Segundo o doutor Rodrigo Lasmar, a recuperação da dor no joelho é "muito boa"

Alívio. Se a situação de Arthur, que foi substituído no amistoso contra Honduras após sofrer um choque no joelho, preocupava a comissão técnica da seleção brasileira, nesta quarta-feira (12) o meio-campista deu uma resposta positiva e inclusive fez um trabalho de transição para o campo.

O jogador do Barcelona, revelado pelo Grêmio, passou os últimos três dias em observação e realizou exames de imagem. No gramado do Pacaembu, em São Paulo, fez, nesta quarta, trabalhos físicos sempre sob observação do médico Rodrigo Lasmar, que elogiou a recuperação do atleta.

“O Arthur teve um trauma importante durante o jogo, na região do joelho direito. E isso levou a um quadro de muita dor, limitação na função. Por isso ele não treinou nos últimos dias, ficou em tratamento, mas respondeu muito bem até agora. Então hoje ele iniciou o trabalho físico. Uma transição da fisioterapia para o treino normal. Ele evoluiu bem, respondeu muito bem. Vai ser reavaliado amanhã pela manhã”, destacou Rodrigo Lasmar em vídeo divulgado pela CBF.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

A expectativa é de que, seguindo o quadro de melhora nesta quinta-feira (13), o jogador possa ser liberado para treinar normalmente com seus companheiros. A titularidade para a estreia contra a Bolívia, sexta-feira (14), ainda é uma incógnita. No entanto, as chances de corte – o temor maior para Tite – já não assusta tanto.

Copa América no Brasil vira obrigação e remédio para seleção

“Nossa expectativa é de que, se sentindo bem, ele faz um trabalho já com o grupo e aí nós temos uma confiança, segurança, para liberar o atleta (...) Uma evolução muito boa, tendo em vista apenas três dias depois do jogo, pela intensidade do trauma, ele teve uma resposta bem positiva”.

Fechar