Notícias Placares ao vivo
Arsène Wenger

Arsène Wenger considera 22 anos no Arsenal como erro: “fui prisioneiro de meu próprio desafio”

13:14 BRT 17/07/2018
Arsene Wenger Arsenal Huddersfield Town Premier League
Treinador francês avaliou seu tempo no clube e demonstrou certo arrependimento em passar tantas temporadas

Arsène Wenger ainda não definiu qual será o próximo desafio de sua carreira. Ele foi treinador do Arsenal, da Inglaterra, durante 22 anos e é considerado uma lenda por lá. Foi o único na história da Premier League a conseguir um título invicto. Mesmo assim, o francês considera que passar 22 temporadas à frente dos Gunners foi um erro.

Há algumas temporadas, o pedido “Fora, Wenger”, vinha crescendo bastante nas arquibancadas do Emirates Stadium. As duas últimas campanhas deixaram o clube fora da Champions League e os fãs bastante irritados com o técnico.

(Foto: Getty Images)

Muitas vezes era fortemente especulado para sair, mas acabava renovando o contrato por mais uma ou duas temporadas. O lendário Arsène, hoje desempregado, avalia esse tempo no clube como um grande erro.

Wenger foi substituido por Unai Emery, que estava no PSG, mas tinha sido trocado por Thomas Tuchel. Os primeiros reforços dos Gunners na era "pós Wenger" já começaram a desembarcar em Londres. Nomes como Lucas Torreira, Sokratis Papastathopoulos e Bernd Leno já fazem parte do elenco do clube.

Em entrevista à RTL, Wenger foi perguntado qual era o maior erro cometido na carreira e respondeu com uma avaliação:

“Talvez tenha sido permanecer no mesmo clube por 22 anos. Eu sou uma pessoa que gosta muito de mudanças, mas eu também gosto de um desafio. Eu me torneio prisioneiro do meu próprio desafio algumas vezes”.

Ainda não se sabe qual será o próximo time e função que Arsène assumirá para a próxima temporada. Há especulações que apontam para uma volta ao Japão, mas ainda não há nada concreto.