Arboleda afirma que São Paulo não cai em coletiva; Marcos Guilherme pode chegar

Comentários()
Robert Arboleda Santos Sao Paulo Brasileirao Serie A 09072017
Ricardo Nogueira/Getty
Zagueiro foi contratado recentemente e já assumiu a titularidade na zaga ao lado de Rodrigo Caio; equatoriano pediu apoio e paciência do torcedor

O Campeonato Brasileiro ainda não chegou na metade, mas mesmo assim o perigo do rebaixamento já assombra o São Paulo que tem apenas 12 pontos e ocupa a antepenúltima colocação.

Nesta terça-feira, o recém-chegado zagueiro, com apenas três jogos pela equipe (um empate e duas derrotas), Arboleda concedeu entrevista antes do treino e rasgou elogios ao grupo, fazendo questão de assegurar também que o Tricolor do Morumbi não vai cair para a Série B.

“Entristece muito o momento. Não queremos o rebaixamento e estou seguro que isso não vai acontecer. Estamos conscientes de que o São Paulo não merece estar onde está. Nas próximas partidas, vamos fazer tudo da melhor maneira para mudar o sabor amargo de agora e conseguir grandes coisas” afirmou o equatoriano.

São Paulo x Linense - 8/04/2017 Crédito: Rubens Chiri /São Paulo FC

Arboleda, deve ser novamente titular na zaga ao lado de Rodrigo Caio no duro duelo desta quarta-feira, contra o Vasco, no Morumbi. Precisando de uma vitória para não deixar as equipes de for do Z4 escaparem, o jogador pediu que a torcida volte a apoiar a equipe e um pouco de compreensão dos tricolores com a péssima fase.

“Quando um time não ganha, o torcedor fica sentido, triste. Eu os entendo, mas também sofremos. Estamos tristes por não podermos dar alegria à torcida, peço que nos entendam”.

Outro assunto que ganhou destaque nesta terça-feira é a possível chegada do atacante Marcos Guilherme que está emprestado ao Dínamo Zagreb, da Croácia, pelo Atlético Paranaense. O jogador chegaria por empréstimo até meados de 2018, mas o clube teria que correr com a negociação e confirmar o jogador até quinta-feira, quando encerra a janela de transferências internacionais para o futebol brasileiro.

Em contrapartida, o Atlético-PR receberá o goleiro Léo. Ele pertencia ao São Paulo e estava emprestado ao Paraná, mas rescindiu com o Tricolor paulista e foi repassado definitivamente ao Furacão por três anos. Seu vínculo no Morumbi terminaria no fim da temporada e o São Paulo manteve 25% dos direitos econômicos do goleiro.

Fechar