Após show, Neymar celebra jogo parecido com a Seleção e diz: "PSG não tem obrigação de ser campeão"

Comentários()
Gettyimages
Craque brasileiro comenta adaptação à França e grande atuação na goleada sobre o Toulouse

Neymar deu um verdadeiro show em sua estreia no Parque dos Príncipes. O Paris Saint-Germain goleou o Toulouse, na tarde deste domingo (20), por 6 a 2, em jogo válido pela Ligue 1, e o brasileiro participou de nada mais nada menos que cinco dos seis tentos de seu time.

Foram dois gols marcados, duas assistências e um pênalti sofrido, fora vários belos dribles, arrancadas e até carretilha pra cima dos adversários. Após o show do camisa 10, é claro que todos queriam falar com o craque, e Neymar falou não só da exibição de gala e de seus gols, mas também do PSG, da adaptação ao clube e ao país e até deu uma opinião polêmica.

Além de Neymar, o PSG tem Cavani, Di María, Draxler, Verratti, Thiago Silva, Marquinhos, Lucas, Pastore e uma equipe fortíssima, repleta de craques, grandes jogadores e alguns dos melhores atletas em atividade no futebol mundial. O investimento é enorme e o clube está muito acima dos demais na França. Muitos consideram que o time tem a obrigação de vencer a Ligue 1, mas o camisa 10 não concorda.

Neymar PSG Paris Saint-Germain(Foto: Getty Images)

"O PSG é uma grande equipe, mas a gente não tem obrigação de vencer e ser campeão. A gente tem que fazer por merecer. Se somos a melhor equipe do campeonato, temos que jogar muito, jogar bem, marcar forte e fazer de tudo para merecer (as conquistas)", opinou Neymar.

"Eu jogo parecido com a forma como jogo na Seleção Brasileira. Não muda a característica e no Barcelona já vinha sendo assim. Eu gosto de jogar no meio e nas pontas, onde sempre joguei. O treinador me deixa muito a vontade, estou jogando tanto pela ponta quanto pelo centro e isso facilita", celebrou.

Adaptação

Neymar jogou muito bem e se destacou em seus dois primeiros jogos pelo PSG. No entanto, o craque brasileiro acredita que pode evoluir ainda mais e precisa se adaptar ao novo clube, país, campeonato e estilo de jogo.

"Estou me adaptando aos poucos à França. Não conheço muito bem a cidade, mas estou tentando me adaptar o mais rápido possível até mesmo com o idioma. Ainda tem que melhorar muito o entrosamento. São só duas partidas, nada está perfeito. Estamos bem, mas ainda temos que melhorar", destacou.

Confira os números de Neymar na goleada do PSG:

"Estou muito feliz no PSG. Me sinto em casa. Meus companheiros me deixaram muito tranquilo e feliz. Agora, quero me adaptar ainda mais rápido e evoluir", completou.

O camisa 10 parisiense ainda falou sobre a sua atuação e a torcida do PSG. "Eu não me lembro bem do que aconteceu (no segundo gol). Ainda não vi o gol de novo. Sei apenas que foi gol e é isso que importa. Eu realmente adorei os fãs. A torcida é muito bonita e é algo que me alegra e faz jogar ainda melhor", finalizou.

Fechar