Após derrota, Ricardo Oliveira detona arbitragem: "Qual é o critério?"

Ricardo Oliveira Felipe Melo Palmeiras Atletico-MG Brasileirao Serie A 22072018
Bruno Cantini/Atlético-MG/Divulgação
Atlético-MG foi derrotado pelo Palmeiras por 3 a 2 na 14ª rodada do Brasileirão

O Atlético-MG foi derrotado pelo Palmeiras por 3 a 2 na noite deste domingo (22 pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o Galo não ficou nada satisfeito com a atuação do árbitro Péricles Bassols. 

Logo após o apito final, Ricardo Oliveira deixou o campo inconformado e desabafou principalmente por uma falta após disputa com Edu Dracena, na qual logo na sequência, saiu o gol de Bruno Henrique.

"Fez o gol e começou a chutar a bola para fora. Eu falei para ele (Edu Dracena) chutar mais uma. Que critério é esse que os árbitros usam? A gente é puxado toda hora, daí a gente protege, o Edu Dracena caiu sozinho e deu falta no lance que saiu o gol. Asseguro que não foi falta. Eu estava protegendo uma bola em disputa", disse.

Já o presidente do Galo, Sérgio Sette Camara, foi mais duro e detonou a arbitragem no Twitter.

"Vagabundo, ladrão e mal intencionado! Essa #CBF é um lixo! Fora com essa "comissão de arbitragem" pelo bem do futebol brasileiro!", postou o dirigente.

Com a derrota, o Palmeiras chegou a 23 pontos e empatou em pontos com o próprio Galo no Brasileiro - o Galo ficou na frente, em terceiro, pelo número de vitórias: 7 a 6.

Fechar