Apesar de goleada, gremistas pregam respeito ao Atlético-PR... que fala em ‘vergonha’

Comentários()
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Depois da goleada por 4 a 0, na ida as quartas de final da Copa do Brasil, sensações opostas em Porto Alegre

Apesar de ter praticamente garantido vaga na semifinal da Copa do Brasil, ao golear o Atlético-PR por 4 a 0 no jogo de ida, o discurso no Grêmio foi de respeito ao adversário.

Bem-humorado, o técnico Renato Gaúcho revelou que o grande segredo para a vitória, em meio ao calendário inchado, foi o descanso e confiança de seus comandados

“Nessas horas, o melhor treino é o descanso. Nós sabíamos que estávamos vindo de uma derrota, no último domingo (25), para o Corinthians, e isso podia nos abater”, afirmou em entrevista coletiva.

Renato Portaluppi Gremio Dep Iquique Copa Libertadores 11042017(Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação)

“O que eu pedi para eles [jogadores] foi para que não tomássemos gol. Porque na Copa do Brasil, se você leva um gol em casa complica bastante. Falei que o gol nós iríamos fazer, e se tivéssemos as oportunidades, dentro do possível, nós tínhamos que fazer mais gols para levarmos o máximo de vantagem para Curitiba”.

“Eu acho que deu para o gasto, mas você falar que está decidido a vaga... de maneira alguma (...) Construímos, sim, uma boa vantagem. Mas jogamos 90 minutos e temos outros 90 minutos em Curitiba”, disse.


VEJA TAMBÉM:


Elogiado pelo treinador, Everton também seguiu o mesmo discurso e exaltou a força do grupo: “Hoje a gente demonstrou a força da nossa equipe, a força do nosso grupo. Quem entrou pôde ajudar. O próprio Fernandinho entrou ali e deu assistência, acho que quem está entrando está entrando focado e concentrado. Quem tem a ganhar é a nossa equipe, em uma competição tão difícil como essa”.

“A gente sabe que é um jogo difícil lá em Curitiba, a equipe deles é uma equipe qualificada. Mas a gente vai procurar entrar concentrado na partida de volta e saber trabalhar essa vantagem”.

Jogadores do Atlético-PR falam em ‘vergonha’

Mais artigos abaixo

“É muito difícil, ainda mais com o Grêmio jogando do jeito que tá. Mas no futebol tudo é possível (...) Não tem justificativa. Eles foram melhores do que a gente, e pronto. Justificar um placar desses é até feio”, afirmou o meia Carlo Alberto, aos microfones do SporTV.

O lateral-direito Jonathan foi severo em suas palavras: “Fico chateado, muito triste pelo resultado, este não é o Atlético, nós somos homens e eu me sinto envergonhado por este jogo de hoje. Tenho certeza que os outros atletas também. Sabemos que ficou muito difícil para o outro jogo, mas é futebol”.

Próximo artigo:
Love, Arana, Luan, Romero, Ramires... Duílio comenta negociações do Corinthians
Próximo artigo:
RB Brasil 1 x 1 Palmeiras: Borja abre o placar, mas Verdão cede empate ao RB Brasil em estreia de 2019
Próximo artigo:
Rhodolfo celebra gol, vitória e volta por cima no Flamengo: “Nunca deixei de trabalhar”
Próximo artigo:
Luan diz que balançou com proposta do Corinthians para deixar o Galo e deixa futuro em aberto
Próximo artigo:
Barcelona 3 x 1 Leganés: Messi sai do banco para garantir vitória do Barça no Camp Nou
Fechar