Notícias Placares ao vivo
Brasileirão Série A

Apesar de derrota em clássico, Palmeiras volta a mostrar velho poderio ofensivo

12:00 BRT 15/06/2017
Alejandro Guerra Thiago Maia Santos Palmeiras Brasileirao Serie A 14062017
Não fossem as defesaças de Vanderlei, Verdão poderia ter saído da Vila Belmiro com uma sorte melhor

Perder um clássico é sempre ruim. Incomoda. Mas o Palmeiras tem mais pontos positivos para analisar do que negativos a respeito do jogo. 

O Verdão entrou com Juninho na lateral-esquerda e com Zé Roberto fechando pelo meio. Desta forma, a equipe conseguiu segurar as investidas pelos lados do Santos, principalmente de Victor Ferraz, que é sempre agudo nos jogos. 

Além disso, o Palmeiras, que era o visitante, chutou 16 vezes a gol, sendo parado em ao menos seis oportunidades pelas defesaças de Vanderlei, o que acabou impedindo que o time tivesse uma melhor sorte dentro da Vila Belmiro.

Confira os números do clássico:

Vale destacar também as boas atuações de Róger Guedes, Guerra e Thiago Santos. O atacante não deu sossego para o lado esquerdo da defesa santista e conseguiu boas jogadas por aquele lado, enquanto o meia se movimentou bastante. Já Thiago Santos não deu espaços para Lucas Lima e conseguiu anular o principal articulador santista.


(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras)

Porém, o lado negativo fica por conta justamente do gol do Santos. Apesar da falta em Edu Dracena no lance, o Verdão deu espaços com Tchê Tchê, que permitiu que David Braz avançasse e acionasse Jean, que acabou cruzando para Kayke concluir.

O Palmeiras segue fazendo testes em busca de sua melhor formação, visando sua principal meta no ano: a Copa Libertadores. Falta menos de um mês, porém, aos poucos, Cuca vai dando indícios que está encontrando o caminho. Falta vencer.