Notícias Placares ao vivo
Brasil

Análise: Tite não foge das perguntas, mostra coerência e deixa recado na Seleção

16:02 BRST 20/10/2017
Tite Brasil convocação CBF 10 08 17
Treinador divulgou nova lista de convocados nesta sexta-feira sem novidades mas com algumas pequenas surpresas

A penúltima convocação do técnico Tite antes de divulgar a lista final dos 23 convocados que defenderão o Brasil na Copa do Mundo da Rússia deixou dois recados bem claros, o primeiro é o de que a porta da Seleção ainda está aberta até mesmo para aqueles que tiveram poucas oportunidades até aqui e, o outro, é que nenhum jogador se acomode ou pense que está com a vaga garantida.

Sem grandes novidades, já que todos os atletas chamados nesta lista já estiveram em outras convocações com o treinador, mas com algumas leves surpresas. Entre elas o retorno de Diego Souza e Douglas Costa. O primeiro não atravessa boa fase no Sport e o segundo está começando a se encaixar na Juventus.


(Foto: Getty Images)

A convocação de Diego Ribas, meia que defende o Flamengo, não é um pouco questionada entre os torcedores, mas na hora de dar as explicações Tite se mostrou bastante coerente, o que vem sendo marca registrada de seu trabalho até aqui.

Com Diego Souza, por exemplo, ele deixou claro que pretende observar um pouco mais o atleta do qual gosta das características e do fato de ter alguém que faça algo diferente do que ele tem em seu plantel. Além da versatilidade, o treinador da Seleção abriu parantenses para uma característica que chama a sua atenção, o bom pivô e a movimentação do atacante do Sport.


(Foto: Sport Recife / Divulgação)

Com Douglas Costa, jogador que chegou a ser titular absoluto com o antecessor Dunga, é uma oportunidade para a comissão técnica estar mais perto e observá-lo em plenas condições físicas. Vale ressaltar que no período de um ano o atacante da Juventus sofreu demais com lesões e perdeu várias convocações por isso.

No caso de Diego, do Flamengo, o treinador reforçou o que disse na última convocação, que conhece e entende que o atleta não sente o peso da camisa, além de o enxerga-ló com a possibilidade de exercer a algo próximo de um "box to box", com volta na defesa e apoio ao ataque.

Mas o ponto alto de fato foi a ausência de Filipe Luis e a presença de Alex Sandro numa posição em que parecia estar bem definida. Tite abriu a concorrência entre o jogador do Atlético de Madrid e o da Juventus e deixou bem claro para o grupo que ninguém está garantindo e que espera uma competitividade leal pela vaga. 


(Foto: Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação)

Filipe é um dos homens de confiança de Tite, foi titular em quatro oportunidades, marcou gol e até usou a faixa de capitão, mas viu Alex Sandro se sair bem em todas as oportunidades que ganhou e, agora, precisar dar espaço para que o companheiro seja mais analisado. 

Se Tite mostrou que a lista ainda está em aberto, por outro lado ele deixou pouca esperança para quem ainda não recebeu nenhuma convocação, pela ótica do treinador, os atletas que já foram utilizados por ele, cerca de 60 nomes, serão a sua base para formar a lista final, exceto alguem se destaque de forma exepcional. 

De olho na preparação para a Copa do Mundo, além de encarar Japão e Inglaterra neste mês de novembro, o Brasil também enfrentará Alemanha e Rússia, em março de 2018.