Ameaçado, Maurício Barbieri ressalta confiança no Flamengo e mira jogo contra o Atlético-MG

Comentários()
Buda Mendes/Getty
Com equipe oscilando, treinador passou a ser contestado e parte da diretoria quer a sua demissão, no entanto, o atual presidente bancou a sequência

O Flamengo vive uma semana extremamente decisiva, principalmente para Maurício Barbieri. Apesar do treinador ter sido bancado pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello, há uma grande pressão para que ele seja demitido. 

Por isso, o atual treinador sabe que o confronto contra o Atlético-MG, que acontece neste domingo(23), no Maracanã, é de extrema importância. Um resultado negativo pode significar a saída de Barbieri do clube. 

Por outro lado, em entrevista coletiva, o treinador se mostrou tranquilo com a situação e principalmente com a pressão.

Mauricio Barbieri Flamengo Cruzeiro Libertadores 08082018
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

"O Flamengo tem pressão em qualquer circunstância e momento. Todo profissional aqui tem que estar preparado para lidar com isso. Desde o início é assim. Estamos fazendo o trabalho da melhor maneira possível. A vontade de entregar o trabalho da melhor forma possível é muito maior do que qualquer pressão (...) A pressão é inerente em um clube do tamanho do Fla. Quem está aqui tem que estar apto para conviver com isso. O meu objetivo e dos jogadores é entregar os resultados que a torcida espera".

O comandante deixou claro que se vê capaz preparado para comandar a equipe quando questionado se voltaria a posição de auxiliar técnico. 

"Qualquer profissional que trabalhe num clube desse tamanho tem que estar preparado para pressão. Desde o início fui cobrado por resultados, e estou aqui porque entreguei. Temos a confiança dos jogadores (...) Hoje sou treinador do Flamengo e me sinto preparado para treinar o time e ajudar a reencontrar o caminho que desejamos".

O comandante também falou sobre a ausência de Diego, mas ainda não definiu quem vai substituir o camisa 10.

Diego Flamengo Corinthians Copa do Brasil 12092018
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

"Estamos buscando soluções. Não tenho nada definido. Sabemos que não teremos o Diego, jogador fundamental. Mas temos jogadores no elenco capazes de suprir essa ausência. A equipe precisa ser forte coletivamente (...) Diego é uma liderança que vai fazer falta. Estamos avaliando soluções. Pode ser o Matheus Sávio. Outra opção é adiantar o Lucas".

O Flamengo encara o Atlético-MG neste domingo(23), às 16, no Maracanã. A partida é válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 45 pontos, a equipe de Barbieri ocupa a quarta posição. O Galo, com 42 está em sexto. 

Fechar